Menu

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Eu Fui - Exposição Salvador Dalí



Ontem fui ao Instituto Tomie Ohtake com uma amiga ver a exposição do Salvador Dalí, Garanto que é maravilhoso e que todos deviam ir. O belo estava presente em cada corredor, em cada obra admirada.

Salvador Domingo Felipe Jacinto Dalí i Domènech nasceu em 1904 em Figueres, Catalunha.
Dalí foi um dos mais importantes pintores surrealistas da época, sendo até hoje lembrado e admirado. Foi expulso da Escola de Belas Artes de São Fernando pois afirmava que ninguém era competente para avalia-lo.
Mudou-se para Paris e lá conheceu Sigmund Freud, um de seus influenciadores e de onde sai sua obra mais conhecida "A Persistência da Memória" (a dos relógios derretendo).
Por que será que gosto ainda mais dele??? Não faça a mínima ideia, rsrs.
Ainda na França conheceu sua esposa, Gala, uma imigrante russa. Após se casar mudou-se para os EUA mas acabou voltando para a Catalunha.
Após a morte de sua esposa, Dalí entrou numa fase de depressão e tentou se matar.
Em 1989, sete anos após a morte de sua amada, Salvador Dalí morre de pneumonia e parada cardíaca.

Mas vamos ao que é importante!
Os quadros estão divididos em dois espaços distintos.
Suas maiores obras não vieram para essa exposição, mas todas que estão ali merecem cada minuto "perdido", admirando-as.
Tinha tantas obras impressionantes que fica difícil falar de cada uma delas, iria ficar até amanhã aqui, comentando. 
Vou mostrar aquelas que gostei mais e que a foto ficou boa.




Essa estava logo no começo, era uns dos primeiros quadros exibidos.
A primeira que tirei foto foi o Autorretrato Cubista.
Foi feito inspirado no cubismo sintético. Sintetizando traços bem marcados, como sobrancelhas, olhos e costeletas. A coisa que achei mais impressionante nesse e em alguns outros quadros é que de longe vou vê uma coisa e de perto vê detalhes que não tinha percebido de longe.

Esse foi outro que me chamou muita atenção, "O Espectro do Sex-Appeal", foi pintada em 1934. 
Na parte  inferior direita do quadro, vemos um Dalí criança, vestido de marinheiro, contemplando um monstro enorme, ao mesmo tempo suave e duro, que para ele simboliza a sexualidade ou o espectro da libido, emoldurado no Cabo de Creus, paisagem que sempre acompanha o pintor, plasmado de modo hiperrealista, quase fotográfico. 
Também cabe destacar a imponente presença das muletas, símbolo, segundo Dalí, da morte e do momento da ressurreição. 
O que mais me chamou atenção neste são os elementos que depois se vê em várias outras obras dele.

Tenho mais fotos, mas acabaria com surpresa. Acho que essas já são o suficiente para deixar vocês com vontade de prestigiar essa bela exposição. 

Só não se esqueçam que se for levar bolsas, tem que deixar no guarda-volumes  e se for tirar foto, SEM FLASH!
É isso aí pessoal, espero que tenham gostado. 
Comentem aí em baixo o que acharam. Vou deixar o link do Instituto para tirarem dúvidas.

Funciona de terça a domingo, das 11h as 20h. Só não se esqueçam que tem que pegar senha, elas são distribuídas  às 11h, 14h e 17h.
A entrada é gratuita.

http://www.institutotomieohtake.org.br/programacao/exposicoes/salvador-dali/

Até a próxima, 
Carol!

11 comentários:

  1. Eu AMO Salvador Dalí, e o Damien Hirst também. Bem, exposição é muito incrivel e eu queria ir muito, mas moro longe. Parabéns por ter ido e registrado um pouco que seja para nós.

    Beijos, Ahri Prado.
    http://cadeatoalha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então somos. Que pena que não possa ir, mas para isso que serve o post. Obrigada,
      Carol!

      Excluir
  2. Exposição incrível, não sou muito das artes plásticas, mas Salvador Dali era O CARA!! Gosto muito das exposições deles, queria muuuito poder ir. Tomara que chegue em Porto Alegre.
    Beijos!
    Thuanny
    Quer Falar de Livros?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, também adoro ele. Que pena que ainda não esteja aí, mas fique na espera, pois vale muito a pena! Beijos,
      Carol!!

      Excluir
  3. Exposicão bastante interessante :D

    Adorei o seu blog e já estou a seguir :)

    beijos,
    Daniela
    http://ddocesonhadora.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Nossa que incrível! Adoro as obras do Dalí, é realmente uma pena eu não conseguir visitar essa exposição :(

    http://bibliotecacolorida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! Também adoro. Obrigada!!!

      Excluir
  5. Realmente a exposição é sensacional, eu já fui e quero ir novamente, mas eu me apaixonei pela parte que tem os desenhos dele. Carol adoro o seu blog, parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Até hoje não me conformo quando lembro que teve essa exposição aqui em Brasília eu simplesmente não fui!
    Adoro Salvador Dali, sempre foi um dos meus artistas preferidos!
    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É triste mesmo, tive sorte de conseguir ir. Mas torça para que tenha novamente, vai que dá certo... Também adoro ele, as ideias por trás de suas obras é fantástico!
      Obrigada por comentar, bjs!!

      Excluir