Menu

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Me conte sobre seus pesadelos...



"No momento em que reconhece o detetive, um novo medo o percorre. Diga que não é tarde demais, pensa repetidamente enquanto começa a remar de volta para a terra. Diga que não é tarde demais e que não tenho de colher meus pesadelos. Apenas diga que não é tarde demais."

Qual é o seu pior pesadelo?
O meu foi a ansiedade que tive que segurar até as páginas finais desse ótimo suspense!
Devo confessar que seu começo é meio entediante, mas logo o livro vai criando ritmo e as coisas vão acontecendo rapidamente. Vale à pena, vale MUITO à pena!
Comecei ele vagarosamente e achei que as coisas não iam andar como seu livro anterior "O Hipnotista", mas foi uma mera suposição. Quando o livro anda, ele voa. É tudo muito dinâmico e de raciocínio rápido, e quando isso acontece, meus amigos, você vão passar algumas noites aí, em claro, lutando contra seus próprios pesadelos para chegar logo ao "finalmente"!
"O Pesadelo", de Lars Kepler, é a segunda história do detetive Joona Linna, que se vê diante de uma intricada série de assassinatos que desafiam a lógica.
Numa noite de verão, o corpo de uma mulher é descoberto em um barco abandonado no arquipélago de Estocolmo. Tudo indica que ela morreu afogada, apesar de suas roupas estarem secas e o barco, em perfeito estado.
No dia seguinte, um homem é encontrado morto em seu apartamento, Ele está pendurado em uma corda, que foi amarrada no lustre do teto. Mas como isso aconteceu? O cômodo tem pé-direito alto e não há nenhum móvel no qual ele possa ter subido. Ainda assim, o detetive Joona Linna está convencido de que foi suicídio.
É claro que está certo, mas isso não encerra o caso. Na verdade, é apenas o início de uma intensa e perigosa sucessão de eventos horripilantes. Certas coisas nunca acabam, nem com a morte.
Numa sequência vertiginosa de eventos que desafiam a lógica, o mais assustador em "O Pesadelo" não são os crimes, mas a psicologia obscura de seus personagens, que mostram como somos todos cegos a nossas próprias motivações.
Passem aqui e me contem sobre seus piores pesadelos, vou adorar ouvi-los!!!
Abraço
Cláudia Trigo

2 comentários:

  1. Oi, eu indiquei teu blog na Tag Liebster Award. Entra neste link para saber mais:
    http://historiasdeumamenteinquieta.blogspot.com.br/2015/01/tag-liebster-award.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha conhecido o blog e nos indicado, mas infelizmente já respondemos ela. Mas mesmo assim muito obrigada!! Mas pode deixar que vou dar uma olhada na que você respondeu!

      Excluir