Menu

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Na Dúvida... Se Eu Ficar


"Não sei ao certo o que aconteceu comigo, e pela primeira vez no dia, não me importo nem um pouco. Não deveria me importar. Não deveria ter tentado tanto. Percebo agora que morrer é fácil. Viver é que é difícil."

Último livro da Bienal e talvez o qual estava mais ansiosa para ler.
De tanto ouvir as pessoas falando, com certeza, esse era o que tinha mais medo de me decepcionar. Com muita alegria, isso não aconteceu.
Esse foi o livro mais rápido que já li, Devorei ele em dois dias. Os capítulos passavam numa rapidez imensa.
A história se passa em volta de Mia, uma jovem violoncelista que ao fazer um passeio com seus pais e irmão, sofre um acidente de carro. A partir daí, ela tem que fazer a escolha mais difícil de todas.
A história se passa no hospital, enquanto Mia está em coma e em flashbacks, lembrando de momentos de sua vida com sua família, seu namorado, Adam e sua amiga, Kim.
O livro me emocionou muito. Vi em alguns lugares o pessoal reclamando que as lembranças de Mia vêm em momentos errados, ou a autora foca muito nelas. Mas esse que é o interessante da história. Por que faz com que a gente queira ler mais para saber o que vai acontecer.
É muito fácil se identificar com a Mia, ela é uma adolescente normal, com uma vida normal, que só quer viver e ser feliz. E isso faz que fiquemos triste com a atual situação. Ver os personagens secundários é um outro prazer delicioso. A família de Mia é muito engraçada. Adam, seu namorado é um cara talvez um pouco estranho, mas muito doce e inteligente. E sua amiga, Kim é muito louca e estranha, mas quem não tem um amigo assim?
Quando fui pesquisar para fazer essa resenha, vi muita gente comparando o livro com A Culpa é das Estrelas... só tenho uma coisa a dizer: ridículo. O único ponto em comum é o romance juvenil, mas hoje são raros os livros que não focam nisso, por que quer queira quer não, é o que dá dinheiro.
E para ser bem sincera, gostei muito mais de Se Eu Ficar (Novo Conceito) do que A Culpa é das Estrelas e fiquei muito mais triste e angustiada, além de ser bem mais reflexivo. Com certeza bem melhor, na minha opinião!

Livro lido pela Carol, filme compartilhado.
Dividimos esse momento juntas. Confesso que não li o livro, mas Carol disse que está bem igual. Então vamos aos comentários sobre o filme...
Nem vou entrar nessa polêmica de "A Culpa é das Estrelas" porque não vale a pena. Filmes diferentes, histórias diferentes... E confesso que achei bem mediano o filme baseado no livro de John Green. Ele usou um caso de uma garota terminal de câncer. Umas das milhares no mundo, não lutou sozinha, mas teve a sua história contada. E nem era uma personagem tão carismática assim.
"Se Eu Ficar", já trás uma visão bem doce de uma jovem que está entre a vida e a morte,mas por motivos diferentes. Ela sofre um acidente automobilístico. A autora trabalha isso de uma forma menos dramática, mais realista. Das escolhas que fazemos, das coisas que deixamos para trás, dos passos errados, dos momentos eternizados, do que realmente queremos!
O livro se trata de uma fatalidade da vida, o inesperado esperando logo ali, depois da próxima curva!
Na verdade, cabe aqui algumas passagens de reflexão sobre a vida, das coisas que não fazemos ou daquelas que pecamos pelo excesso.
É um filme bem legal para se assistir em família.
Recomendado!

Carolina e Cláudia Trigo

6 comentários:

  1. Adorei a opinião, também gosto muito de livros e tenho um blog (Coisa de Menina) e toda quarta-feira escrevo sobre séries e livros e queria conversar mais com pessoas que gostam de livros para trocar opiniões. Parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou. É sempre bom trocar opiniões, principalmente sobre livros e filmes, que é o que amamos! Vou depois dar uma passadinha no seu blog ;) Obrigada!

      Excluir
  2. Adorei a resenha meninas e confesso estar ansiosa para ler esse livro. Sem dizer que já tem a continuação.

    Beijos. http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br/2015/02/50-tons-de-polemicas.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada. Leia, pois gostei bastante. É inspirador (?). Sim, e logo logo já tem a resenha do segundo, mas posso adiantar que gostei mais do primeiro! Beijos.

      Excluir
  3. oii!! Faz tempo que estou querendo ler esse livro mais sempre fico em dúvida e acabo não comprando rsrs. Adorei sua resenha. (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Eu também estava assim, mas já estava na Bienal, então decidi comprá-lo. Mas acho que vale a pena dar uma chance para ele. Talvez você goste. Obrigada!

      Excluir