Menu

sábado, 25 de abril de 2015

Resenha - O Jogo Perfeito


" – Você já percebeu como as palavras podem ser bonitas? Como é fácil dizer aquilo que você acha que alguém quer ouvir? Como você pode afetar todo o dia de uma pessoa com apenas algumas frases? No entanto, quando não as leva adiante com alguma ação, elas se tornam inúteis. São apenas sons e sílabas. Porém, não significam absolutamente nada."

Mais um livro terminado! No que três semanas atrás estava devagar, essas duas últimas semanas estão sendo produtivas.
Depois de algum tempo, li algo mais leve, um romance. E acho que de tanto ler livros por "obrigação", livros mais trabalhosos, gostei mais desse livro do que gostaria normalmente.
"O Jogo Perfeito", da J. Sterling, Faro Editorial, conta a história de Cassie, uma estudante de Fotojornalismo na Faculdade Fulton State, no sul da Califórnia. Ela acabou de se mudar para lá por causa de sua amiga, Melissa. Cassie não é uma garota que se "entrega" fácil. Por causa de problemas com seus pais, ela tem uma grande dificuldade em confiar nas pessoas.
Logo no seu primeiro dia ela conhece Jack Carter, o jogador de beisebol mais importante da universidade e talvez do país. Mas ele é totalmente o contrário dela. Carter, por sua fama, tem sempre ao redor várias garotas e é conhecido por ficar com elas somente por uma noite para depois trocá-las.
Quando Jack percebe o "interesse" de Cassie, ele começa a importuna-la, tentando de qualquer jeito sair com ela. O tal interesse por parte dele é porque ela não está nem ai com ele, ela não se importa se ele é famoso ou não, e isso deixa ele super interessado nela. Depois de muito tempo tentando, ele consegue sair com ela, e neste encontro ele vai se mostrar uma pessoa diferente, que também tem problemas e que também se preocupa com as pessoas. A partir daí, os dois começam a ficar juntos, mas vários problemas vão aparecer nesse meio tempo, tanto por causa da fama dele, quanto pela insegurança dela.
Gostei bastante dos personagens, principalmente de Cassie. É fácil entender as inseguranças dela e o porque dela não se entregar. Também conseguimos ver o lado de Jack, pois o livro é intercalado com capítulos de cada um.
"O Jogo Perfeito" é o primeiro livro de uma trilogia. Os seguintes títulos são: "Virando o Jogo" (livro 2) e "O Jogo Mais Doce" (livro 3). O livro não é totalmente clichê, mas também não é espetacular. É o típico livro para passar o tempo.
A edição da Faro Editorial está bem feita, mas que capa mais mixurucas, heim!

Até a próxima e boa leitura!
Carol!!!

2 comentários:

  1. Oi Oi!
    Li esses dias a resenha de O Jogo Mais Doce e percebi exatamente isso, não são livros espetaculares, com uma história chocante ou deliciosa, são só livrinhos para ler sem pensar, passar o tempo mesmo!!
    Não sei se leria agora, mas quem sabe quando eu tiver um tempo!?
    Beijos

    LuMartinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Exatamente. Não são livros lindos, nem nada assim, mas passar algo mais live ou passar o tempo é gostoso. Algumas vezes precisamos ler histórias assim, descansar um pouco daqueles muito pesado.
      Então, é o que estou dizendo. Se quiser ler algo mais leve, acho que vale a pena.
      Beijos!

      Excluir