Menu

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Os Três - Verdade ou Imaginação?


"Ele perguntou se podia contatar meus amigos e minha família, 'para um apoio a mais'. Pensei em ligar para o Gerry, mas mudei de ideia. Stephen, Shelly e as meninas eram minha família. Eu tinha amigos, mas não eram realmente do tipo com que você pode contar numa crise, se bem que mais tarde todos tentaram se aproximar, ansiosos por ter seus quinze minutos de fama. Parece amargo, eu sei, mas a gente descobre quem são os amigos de verdade quando a vida desmorona."

Provavelmente essa foi a resenha mais difícil que já fiz e vai ficar com essa posição por muito tempo. Como falar de Os Três, da Sarah Lotz (sul-africana!), Editora Arqueiro?!
No dia 12 de janeiro de 2012, quatro acidentes de aviões ocorrem em diferentes continentes. Centenas de pessoas morreram, mas por incrível que pareça três crianças sobreviveram sem nenhum arranhão (no Japão, na África e nos EUA)!
A partir disso aparecem dezenas de teorias da conspiração: desde alienígenas à demônios, fim do mundo até terrorismo - a autora deixa para nós decidirmos e escolhermos o que queremos.
A história vai mudando constantemente de teorias e vai confundindo um pouco, principalmente eu, que quase não sou confusa...
O que me surpreendeu não foi só a escrita, que é muito bem feita, mas a qualidade das críticas que a autora consegue fazer à sociedade, e faz isso muito bem e discretamente. Enumerei várias delas e vou citar algumas aqui (as que mais gostei e achei bem legal, além de concordar com elas):

  • Igreja (melhor crítica!!!!) - crítica o que a Igreja faz e toda a sua luxúria;
  • Mídia (muito boa também) - uma única palavra: sensacionalista. Ponto!;
  • EUA (situação que pouco falam) - tudo ser culpa dos outros ou sempre ser terrorismo;
  • Terceiro Mundo;
  • Internet - onde todos acham que é livre para fazer e falar o que quiser, e o alcance que ela tem.
Entre vários outros, mas se continuar não acabo hoje.
Adorei esse senso crítico da autora à vários temas com um livro só. E no final ela te deixa pensando por várias horas, sem saber no que acreditar. 
Antes de terminar queria falar de mais um detalhe que me impressionou muito e novamente me deixou muito confusa. O livro todo é escrito como se fosse algo que realmente existiu, com matérias de jornais, e-mails, conversas pela internet, entre vários outros artigos. A gente nunca sabe se isso aconteceu realmente ou é tudo da cabeça da autora...
A capa é lindíssima (além de fazer super sentido) e suas folhas são todas pretas. E vou ser sincera,: foi por causa disso que comprei!
Não vou falar mais para não acabar com a história e acabar dando spoiler. Só digo uma coisa: leiam! Vale muitíssimo a pena.

Vou deixar o link do book trailer que ficou demais!

Até a próxima e boa leitura!
Carol!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário