Menu

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Gretchen Lowell: Cruel ou Adorável? - Resenha/Desafio


"Elas compartilhavam de algo. Não obstante uma ser branca e a outra negra; não obstante uma ser magra e a outra gorda, elas reconheciam a coisa que, como mulheres, as diferenciava a ponto de levá-las a um mundo violento ainda dominado pelos homens. Entendiam como era se sentir atraído, de certa forma, pela morte."

Mais um livro do desafio terminado. Estou achando que escolhi bem os livros, pois até agora só teve coisa muito boa!
Fazia um tempão que minha mãe estava insistindo para eu ler essa trilogia. Sempre tinha um pé atrás, mas me arrependi. E até começar a ler, não tinha ideia de quantos fãs a Chelsea Cain tinha aqui no Brasil... E principalmente em relação à Gretchen Lowell.
Coração Ferido, da Chelsea Cain (Ed. Suma de Letras), é um livro estilo O Silêncio dos Inocentes, mas com uma serial killer um pouquinho pior que nosso querido Hannibal Lecter!
O livro começa com o detetive Archie Sheridan voltando a trabalhar depois de dois anos parado. Isso se deve ao seu primeiro caso, intitulado Beleza Mortal, em que eles ficaram 10 anos atrás de Gretchen Lowell, uma estonteante serial killer. Mas no final foi ela quem o capturou e o torturou por 10 dias, porém em vez de matá-lo como se era esperado, ela surpreendentemente o soltou e ainda se entregou para a polícia.
O livro tem como caso principal um serial killer que mata adolescentes morenas logo após a saída de seus colégios. Paralelamente ao caso, vemos como o nosso detetive saiu do seu último caso e como ele ainda está lidando com isso. O mais estranho é que todo domingo ele tira o dia para visitar e conversar com a assassina que o torturou! Ele simplesmente não consegue ficar longe dela.
O livro começa meio confuso, nos mostrando uns dos dias em que ele ficou preso com Gretchen. Mas a partir que o livro vai andando, as peças vão se encaixando e a leitura flui super bem.
Os casos são muito bem descritos e a Gretchen Lowell é uma personagem ímpar, talvez nunca tenha visto algo parecido. Apesar de tudo que ela fez e ainda faz, mesmo estando presa, como manipular todos que estão à sua volta, a gente não consegue não gostar dela. É algo bem impressionante e não é muito fácil um autor fazer os seus leitores gostarem tanto assim de uma assassina.
As personagens femininas são muito fortes, até as secundárias. E cada uma consegue seu momento no livro.
E o final é algo nunca esperado e muito surpreendente. O que faz a gente ficar mais ansioso para o segundo livro, Coração Apaixonado.
Mesmo achando várias pessoas que leram e gostam muito do livro, ele deveria ser MUITO mais famoso, pois com certeza é um livro ímpar no meio de centenas de livros policiais também bons, e outros não tão bons assim...

" - Quer que eu entre na cabeça dele para você? Desculpe, Clarice*. Não posso ajudar."
*Clarice é a personagem referente ao filme Silêncio dos Inocentes. Tem algo melhor do que um livro perfeito citando talvez o melhor livro/filme de serial killers? Com certeza não!

Até a próxima e boa leitura!
Carol!!!

4 comentários:

  1. Uau. Fiquei realmente interessada, esse tipo de livro é bem sedutor. Adoro Hannibal, ler algo que faz referência sobe no meu conceito, haha. Tá na lista! Até a próxima.

    Digaí, leitores!
    http://digaileitoresblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, é espetacular. Não estava esperando tanto!
      Para mim também. Quando ela citou o Hannibal <3 fiquei endoidecida! Já ganhou uns pontinhos comigo.
      Espero que goste como eu gostei!
      Bjss

      Excluir
  2. Nunca ouvi falar, mas parece ser uma obra interessante!

    http://bloglucidezembriagada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir