Menu

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Uma Ótima Surpresa! - Resenha/Desafio


"Caçar monstros não é para os fracos de coração. Tampouco é para aqueles que se sentem presos por doutrinas triviais como a lei ou as fronteiras nacionais. Monstros, afinal de contas, não jogam de acordo com as regras, portanto também não podemos jogar. Não se esperamos derrotá-los."

A melhor coisa que eu fiz neste desafio foi ter posto esse livro da Tess Gerritsen para ler. Estava com as expectativas super altas, pois já tinha ouvido muitas pessoas falarem muito bem de seus livros e sua escrita, e posso dizer que tudo o que esperava dela não chegou nem perto do que acabei encontrando.
Nunca tinha lido nada dela e "A Última Vítima", "Editora Record" é o décimo da sua coleção Rizzoli & Isles, mas isso não me atrapalhou em nada. Teve um acontecimento ocorrido em um de seus livros anteriores, que ficou meio vago para quem só leu esse, mas a leitura ainda assim foi ótima.
A história se passa logo após a família adotiva do jovem Teddy Clock, de 14 anos, ser massacrada e o menino se tornar o único sobrevivente. A partir daí, aparecerão coincidências preocupantes. Primeiramente, parece que a morte persegue o menino: sua família biológica também foi assassinada,
porém o passado de Teddy possui semelhanças assustadoras com as tragédias pessoais de outras duas crianças: Will Yablonski e Claire Ward, que também tiveram suas famílias biológicas e adotivas massacradas, sendo os únicos sobreviventes nas duas ocasiões.
E a pior coincidência é que os três estão estudando no mesmo local - Evensong, uma escola isolada no Maine, um refúgio para crianças que perderam suas famílias de forma violenta. Mas estariam os três adolescentes seguros dentro dos portões de Evensong?
É incrível a facilidade que a autora tem de nos deixar ansiosos pelo próximo capítulo e nos surpreender em cada página. A escrita dela fluí. Terminei o livro em mais ou menos 5 dias. Deve ter sido a minha leitura mais rápida do ano, ou uma das mais.
Os personagens são muito bem escritos, principalmente a detetive Jane Rizzolis e a patologista Maura Isles. As crianças são bem sombrias e com seus segredos, segredos esses que quando revelados, vão nos surpreender.
A leitura desse livro já me deixou eufórica para ler todos os livros da Tess. Até coloquei na lista para comprar, pois esse é o único que temos aqui em casa. Conseguiu entrar na parte superior do meu ranking de melhores autores/livros policias, ficando só atrás de Jo Nesbo (que esse é amorzinho, ninguém supera ele!).
E olhem que isso é para poucos, porque sou muito chata com esse gênero que tanto amo!

Até a próxima e boa leitura!
Carol!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário