Menu

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Com Licença, Te Apresento Carlos Ruiz Zafón! - Resenha/Desafio


"- Quem são os loucos? - perguntou Jawahal. - Aqueles que veem o horror no coração de seus semelhantes e buscam a paz a qualquer preço ou aqueles que fingem não ver as coisas que acontecem a seu redor? O mundo, Ben, é dos loucos ou dos hipócritas. Não existem outras raças na face da Terra senão essas duas. E você tem que escolher uma delas."

Já fazia um tempo que não lia nada do autor, mas com o terceiro livro lido, para mim, não tem discussão: esse cara escreve MUITO! Ele sabe juntar fantasia e terror com histórias de criança de um jeito que só ele sabe fazer.
Dessa vez o livro foi "O Palácio da Meia-Noite", do Carlos Ruiz Zafón, Editora Suma de Letras, e posso começar falando que esse é um dos melhores livros no ano que li...
A história é focado no Ben e na Sheere, dois jovens que acabaram de fazer 16 anos e descobrem que são irmãos gêmeos. Por conta de seus passados, eles foram separados ainda quando eram bebês. Ela morou com sua vó, Aryami Bosé, e ele passou sua infância num orfanato na cidade de Calcutá.
Junto com o grupo Chowbar Society, formado por Ben e outros seis órfãos, eles se reúnem no Palácio da Meia-Noite e embarcam numa arriscada investigação para solucionar o mistério de sua trágica história.
A avó deles, Aryami irá contar a história do passado deles: um terrível acidente numa estação ferroviária, um pássaro de fogo e a maldição que ameaça destruí-los. Os meninos acabam chegando até as ruínas da velha estação ferroviária de Jheeters Gate, onde enfrentam o terrível pássaro.
No começo, eu estava meio confusa com o enredo, pois inicia com um dos personagens narrando e ficamos meio perdidos em saber quem é, mas com o passar da história o autor vai nos apresentando um pouco mais dela e as peças vão se juntando.
O livro vai se alternando entre a narração desse personagem (que não falarei quem é para não acabar com a graça da escrita) e a história "normal" - em que a cada capítulo estamos num ano diferente de Calcutá. Começa em 1916 e vai terminar em 1932.
Logo nas primeiras páginas achei bem interessante a história se passar na capital da Índia. Não é algo tão comum e nem estamos muito acostumados com essa paisagem, e exatamente por causa disso é meio difícil decorar os nomes dos lugares e dos personagens. Mas é questão de tempo e logo estamos familiarizados.
Os personagens são muito bem construídos e super carismáticos. A história te prende logo nas primeiras palavras e a construção dela é perfeita. Você acaba o livro vendo que o Zafón não deixou  nenhuma parte em aberto. E o final, além de me pegar de surpresa, é bem emocionante.
O autor consegue incorporar também muito bem a mitologia e o folclore local. Tanto que a cidade, segundo um dos personagens, é o "lar da divindade Dido, uma princesa que entregou seu corpo ao fogo para aplacar a ira dos deuses e purgar seus pecados. Mas ela retornou, convertida em deusa." Assim como a Fênix.
Diferente de "Marina" (outro perfeito livro doa autor), que dá um gostinho de quero mais no final, esse acaba da melhor forma possível, de um jeito que só o Carlos Ruiz Zafón sabe fazer. Juntando fantasia com suspense em um livro que pode sim,ser considerado infanto-juvenil - inclusive o autor fala sobre isso antes de começar a história.
Todos deveriam dar uma chance para algum livro dele - e se você ainda não fez isso, está perdendo uma gigante oportunidade de conhecer um ótimo autor europeu (ou melhor, espanhol!) que escreve aventura para todas as idades, ou como ele próprio diz: "A eles e aos jovens e não tão jovens que se aventuram hoje pela primeira vez no terreno desses romances e seus mistérios, o mais sincero agradecimento deste contador de histórias. Feliz leitura."

Até a próxima e boa leitura!
Carol!!!

31 comentários:

  1. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões, especialmente por ser de um livro que me interessa. Gosto muito da escrita do autor e iria adorar poder fazer essa leitura. Fiquei bem curiosa sobre a questão da mitologia.
    E claro, nao posso deixar de afirmar que adorei sua resenha.. Boas leituras!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Já li um livro doa autor e na época, fiquei com esta sensação que você fala: preciso ler mais coisas dele, e logo. Amei conhecer mais deste aqui!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Já adicionei várias vezes os livros do autor no carrinho de compras da submarino e no final das contas acabei desistindo não sei porque.
    Mas agora com sua resenha fico pensando o que perdi até agora.
    Fiquei bastante curiosa para saber mais sobre essa descoberta que Ben e Sheere são irmãos gêmeos e o que aconteceu para que eles tivessem destinos diferentes até então.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oii!
    Não conhecia o autor mas fiquei curiosa agora. Adoro terror e esse gênero numa história infanto-juvenil deve ficar bem legal :)
    Ótima resenha, você escreve muito bem hein, parabéns!
    Beijos, Isa
    belacultblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Realmente preciso dar uma nova chance a esse autor. Comecei a ler Marina, mas abandonei. Gostei das suas impressões sobre esse livro é talvez o inclua em minha lista. Sua resenha está incrível e cheia de detalhes.
    Ótima dica

    ResponderExcluir
  6. Estou conhecendo o autor através da sua resenha e de suas impressões. Gosto de histórias como essa, que prendam a minha atenção, com personagens bem construídos.
    Bjs,
    http://contosdacabana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Estou conhecendo o autor através da sua resenha e de suas impressões. Gosto de histórias como essa, que prendam a minha atenção, com personagens bem construídos.
    Bjs,
    http://contosdacabana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá Carol,
    Ainda não li nada do autor, mas não é por falta de vontade! Adorei conhecer sua opinião sobre o livro e ver ela transbordando de amor, isso foi incrível! Também me atrai muito a história se passar em outro lugar que não o que estamos acostumados e gostei da forma como foi narrada. Vou tentar encaixar esse livro para ler nos próximos meses, você me convenceu.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Ainda não tive a oportunidade de ler nada do autor, mas essa questão da mitologia apresentada no livro chamou muito a minha atenção. A forma também que a narrativa foi apresentada me encantou muito, então fiquei morrendo de vontade de ler essa obra.
    Beijos.
    https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia o autor e nunca li nada dele. Gostei da diversificação de gêneros dele e espero poder ler alguma obra dele um dia!
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  11. Oiee,
    Não conhecia a obra e logo de cara a capa não me atraiu, mas gostei de conferir as suas concepções sobre essa leitura, porém dessa vez deixo a dica passar, pois estou dando prioridade as leituras que me atraem muito e essa não alcançou esse patamar.
    Beijos
    Conversas de Alcova ♥

    ResponderExcluir
  12. Oii Carol, tudo bem? Eu nunca li nada dele :( Mas quero muito mudar isso. São tantos elogios a sua obra e a seus livros que não dá para passar batido hahahha
    Esse livro resenhado aqui, eu ainda não conhecia, mas gostei. Ele parece bem interessante. Só não curti essa coisa dos irmãos gêmeos separados e tal, que pra mim já cansou, mas isso é só um detalhe e não deixarei de conhecer o trabalho de um autor tão elogiado por causa de um mero detalhe :)
    Beijoooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Fiz minha parte, dei uma chance ao Zafón lendo Marina, e para mim não foi nada perfeito, pelo contrário, descobri que os livros do autor não são pra mim. Não que a escrita dele não seja maravilhosa, mas não estava preparada para tanta coisa macabra. E pelo que me disseram ele era o que tinha menos disso... Rs... Que bom que curte tanto as obras do autor, mas essa coisa de juntar fantasia e terror com histórias de criança não chama mesmo a minha atenção, especificamente por causa da presença do terror.

    ResponderExcluir
  14. Nunca li nada do autor, o que pra mim é uma vergonha, já que todos leram ao menos uma obra dele. Mas, esse me chamou a atenção. Por conta de todos esse mistério em torno do passado dos gêmeos que foram separados na sua infância. Gostei da dica e já anotei na minha lista de desejados.
    Abs
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  15. Oie, eu já li o livro a sombra do vento, do zafón e gostei. Ele procura além de narrar a história muito bem também nos inserir na cultura do local, o que acontece com esse livro, que se passa na índia, o que já amei. Acho que eu também acharia a narrativa confusa, mas vou tentar dar uma chance.

    ResponderExcluir
  16. Olá,

    Eu gosto tanto desse autor. Já li todas obras e essa foi sem dúvidas, uma das melhores. Confesso que fiquei com um pouco de medo, principalmente nas partes da locomotiva de fogo, mas ainda assim a história é maravilhosa, com um final perfeito e sua resenha em deu uma nostalgia imensa desse livro.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  17. Oi, Carol

    Acredita que até hoje eu não li nada do Zafón, e não foi por falta de recomendação, eu é que sempre vou adiando. Eu já tinha lido muitas resenhas de Marina e A Sombra do Vento, mas nunca tinha lido uma sobre O Palácio da Meia-Noite.
    É difícil de encontrar histórias ambientadas na Índia, então este é um diferencial e tanto.
    Espero conseguir ler logo algum livro dele!

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem? Provavelmente se fosse levar em conta a capa deixaria passar essa oportunidade. Nunca li nada do autor, mas sua resenha me deixou curiosa para conhecer esta obra citada e as outras também. Achei interessante a história se passar em um lugar incomum, como a Índia, não estamos muito acostumados a ver isso. A premissa é interessante, um que mistura fantasia, terror e outros elementos é sempre bem vinda na minha lista de desejados, ainda mais se o final for emocionante e de acordo com a história. Parabéns pela resenha, beijos.

    ResponderExcluir
  19. Olá, Carol! Ótima apresentação e resenha! Já ouvi falar muito bem do autor mas nunca li nenhuma obra dele. Percebo que se trata de uma leitura rica em detalhes e boas construções. Gostei também da ambientação, que ainda é incomum. Parabéns pela resenha!

    Bjs
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Muito bom ler comentários de um leitor viciado em algum autor, nunca li nada dele mas agora fiquei extremamente curiosa, mesmo sabendo que não teria coragem de ler por ser um terror com crianças, ainda que eu ame fantasia. Bacana o autor juntar com maestria o folclore e suspense

    ResponderExcluir
  21. Ainda não conhecia o autor, mas apenas o carinho que você demonstrou já me fez ficar com vontade de conhecê-lo.
    A história me parece ser muito boa e gostei bastante do fato de se passar na Índia. Geralmente ou se passa nos Eua ou em algum lugar da Europa.
    Gostei de saber que o fim não tem nenhuma brecha. Me irrita um pouco essa coisa de deixar em aberto. Minha curiosidade já é muito aflorada, não precisa de estímulos.
    Acho que vou aceitar sua dica e conhecer melhor essa história.
    Bjs, Mila

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olá, sempre quis ler algo do zafon e você me deixou com mais vontade ainda com essa resenha e o fato de se passar na índia me deixou mais curiosa ainda, adoro o país, a cultura, tudo relacionado a ela.
    Comecei a ler marina uma vez mas parei e deixei para depois, não por ser ruim ou nada do tipo, mas só não estava no clima pro livro, mas com certeza irei tentar novamente

    ResponderExcluir
  23. Olá Carol,
    não conhecia o autor, mas a Suma de Letras publica alguns ótimos livros e vou colocar esse na lista de leituras.
    Achei muito interessante se passar na Índia, realmente não é uma paisagem comum nos livros que leio, mais um motivo para sair da zona de conforto e viajar para Calcutá :D

    Beijos,
    Anne
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  24. Eu sempre ouço falar tanto desse autor que até me surpreenderia se essa resenha fosse negativa! Eu preciso mesmo dar uma chance pra um livro dele logo.
    Adorei muito a sua resenha, parece que a narrativa realmente encanta o leitor e, além de tudo, me parece bem diferente de tudo o que eu já vi por aí. Gosto bastante quando os cenários são países diferentes, como a Índia, e a gente consegue ver outros lados da moeda.
    Ótima resenha, indicação anotada já :)
    Beijos!

    www.beyondbluedoors.com

    ResponderExcluir
  25. Olá!
    Eu nunca ouvi falar do autor e nem dos seus livros. Gostei de saber que a história se passa na Índia e que fala sobre uma Deusa da religião deles, gosto de conhecer culturas diferentes. Vou procurar saber mais sobre o livro.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  26. Olá, tudo bom?
    Nunca li nada do Zafón, mas tenho muita vontade de fazê-lo. Só vem faltando oportunidade mesmo. rs Gostei de saber que a temática desse livro envolve fantasia e suspense e, que além de tudo, envolve uma abordagem sobre os Deus indianos, que não é uma cultura com a qual tenha muito contato. Sugestão mais que anotada aqui! Parabéns pela resenha e obrigada pela indicação.


    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  27. Olá.

    Eu nunca li nada do autor, mas quero muito ler, visto que vejo muitas resenhas positivas sobre suas obras. Fiquei feliz que a trama apresenta uma trama fantástica e com um toque de suspense. Já adc o livro a mind lista de desejados e espero ler em breve.
    Fico muito feliz q vc tenha gostado da leitura.

    Beijos!
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  28. Eu até quero ler algo dele, mas não tive oportunidade ainda. Esta mistura de mistério e fantasia é ótimo, e sempre me atrai.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  29. Ah *-* Eu amo infanto-juvenil, adorei a temática me lembra muito os livros que lia há alguns anos atrás. Nunca li nada do autor mas tenho certeza que vou curtir bastante, amo fantasia feat suspense. Ainda nos engrandecendo com cultura, quero muito.
    Bjos.


    EuVocê&oslivros

    ResponderExcluir
  30. Olá...
    Adorei conhecer suas impressões a respeito da obra e fico muito feliz que tenha gostado! Adorei saber que ele escreve bem, pois, ganhei um exemplar dele e quero iniciar a leitura brevemente ;)

    ResponderExcluir
  31. Esse foi o único livro que li do autor e apesar de ser bem juvenil, eu ADOREI a leitura gente, me encantei com a histórias desses adolescentes malucos, desses gêmeos lindos e de toda a aventura que eles passaram.E mano, o que eles passam na ferrovia me deixava de cabelo em pé, doida pra saber o que aconteceria em seguida,kkkk Quero demais ler mais livros dele.

    bjs

    ResponderExcluir