Menu

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Um Livro Ok - O Grande Gatsby


"Comecei a gostar de Nova York, da picante e aventurosa sensação que ela produz à noite, e da satisfação que o incessante desfile de homens, mulheres e máquinas causa aos olhos inquietos. Gostava de subir a 5ª Avenida e escolher,em meio à multidão, mulheres românticas, imaginando que, dentro de cinco minutos, eu iria entrar em suas vidas, e ninguém jamais o saberia ou desaprovaria. Às vezes, em meu espírito, eu as seguia até seus apartamentos, em esquinas de ruas ocultas, e elas voltavam e sorriam, antes de desaparecer na cálida obscuridade de uma porta. No encantado crepúsculo metropolitano, eu sentia, às vezes, em mim e nos outros, uma obsedante solidão ao ver os pobres e jovens empregados caminhar a esmo diante das vitrines, à espera de que fosse hora de jantar num restaurante solitário... jovens empregados ao crepúsculo, desperdiçando o momento mais pungente da noite e da vida".

De verdade, estava esperando muito mais de "O Grande Gatsby", de F. Scott Fitzgerald. Até então não tinha lido nada do autor, e criei uma certa expectativa a respeito.
Ele fez parte do meu desafio de leitura do mês de Setembro!, e a leitura foi arrastada - só deslanchou nos últimos capítulos - e foi sofrível até então. Não estou dizendo que o livro é ruim. Vejam só: apenas estou dizendo que a leitura foi ok! E o final foi bom, na verdade, muito bom!, o que me fez não desgostar do livro.
O começo achei chato, devagar. Do meio para o final a coisa andou bem melhor.
Não vi ainda o filme. Sou daquelas que prefiro à leitura antes de assistir na telinha - quando possível! Achei o livro devagar demais, acho que várias passagens foram desnecessárias. Sei lá. Não rolou química entre nós. 
Li Hemingway recentemente e achei que encontraria a mesma poesia, só que não! Mas não são essas pequenas decepções que me faz desacreditar em Fitzgerald. Já tem outro livro na minha lista - "Suave é a noite". Quem sabe consiga, dessa vez, mudar meu olhar...
"O Grande Gatsby"  foi lançado em 1925 e tornou-se uma parábola exemplar do sonho americano.
Protótipo do Self-made man, Jay Gatsby acumula grande fortuna e se torna figura lendária de uma América próspera, embalada pelo ritmo do jazz, das máquinas de Detroit e o cinema de Hollywood. Sua história de ascensão é narrada à distância por Nick Carraway, um convidado assíduo às suas festas. Carraway logo descobre a infelicidade íntima de seu "herói", que cultiva um antigo amor, mal resolvido,por Daisy, a mulher de um milionário.
Na Long Island nos anos 20 havia muitas jovens belas e exóticas, muito álcool, jazz, elegância, glamour e, pairando sobre tudo, a certeza de que a vida seria uma festa sem fim. 
O livro retrata bem a recusa da maturidade, a incapacidade de envelhecer e uma obstinação: a de continuarem ricos e jovens para sempre.
A atmosfera de euforia e vazio que toma conta de "O Grande Gatsby" é uma das melhores imagens da geração de Scott Fitzgerald.
O livro flui leve da metade para o final, mas é desinteressante nos capítulos iniciais, o que me fez não coloca-lo entre os meus preferidos, mas não deixo de recomendá-lo. Ele define claramente o que foi a década de 20, suas festas, seus personagens, a cidade em franco progresso e as festas glamorosas que rolavam sempre.
Enfim, um livro ok!
Abraço,

Cláu Trigo

24 comentários:

  1. Olá
    Eu também já fiz essa leitura e gostei bastante do desenvolvimento. Acho ótimo poder conferir a respeito da ambientação, que na minha opinião, é um dos pontos que mais se destaca. Uma pena que, para você, a leitura se tornou arrastada.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Eu já conhecia o livro mas ainda não o li, embora eu tenha uma certa curiosidade com ele, eu já tinha essa impressão de que a leitura seria meio arrastada e por isso venho adiando. Gostei de ver sua opinião sincera sobre a obra e espero que um dia eu possa ler.

    ResponderExcluir
  3. Olá
    É uma droga criar expectativas por isso evite fazer isso, pelo bem de nossas leituras kkk, estou aprendendo a parar com isso. Sobre o livro, eu já o conhecia mas nunca li, vi apenas o filme é gostei bastante da produção. Espero poder comprar o livro e fazer auelabfamsoa comparação filme x Livro kkk. Até mais ver
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Também senti essa pouca fluência nos começo do livro e quase abandonei a leitura, mas insisti porque queria ler antes de ver o filme. Como você intitulou o post, é um livro ok, mas não incrivelmente maravilhoso como vi muita gente elogiar.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, esse livro para mim também foi ok... o começo é bem chatinho e pouco fluído como você falou e apesar de no final eu ter engatado a leitura eu fiquei coma quela sensação de quero mais... de é só isso?

    ResponderExcluir
  6. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro mas ainda bem que gostaste da leitura, ainda que não o tenhas adicionado aos favoritos!! :)

    Eu gostei das temáticas abordadas mas o ritmo tao lento de inicio não me agrada muito também...! :) ahah

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  7. OI Cláu,
    Que pena que você achou o livro mediano! Sou tão apaixonada pelo Grande Gatsby que nem sei como explicar. Quase nunca leio romances e é difícil eu gostar de algum. O que mais me marcou em O Grande Gatsby é a futilidade das pessoas e a lição de que não vale a pena amar sem ser retribuído da mesma maneira.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  8. Olá Cláu, eu sou louca para ler os livros do Fitzgerald desde que estudei sobre O Grande Gatsby! Confesso que não tive paciência de finalizar a leitura,mas ainda quero fazer isso e ver no que dá!

    Já assisti uma adaptação cinematográfica da obra ( não é a recente com Leo DiCaprio, é um antiguinha), e gostei muito!
    Em fim, acho que darei mais uma chance ao Grande Gatsby!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Uma pena você não ter gostado dos capítulos iniciais, pois eles para mim são uma ótima introdução para o desenrolar do livro. Eu gosto muito dessa história, principalmente pela ambientação, que tal como você disse é bem fiel. Ainda bem que você conseguiu aproveitar um pouco da leitura e como eu, se deslumbrou com as festas.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Ao contrário de você, acredito que esta tenha sido uma das melhores leituras que já fiz, talvez por ter sido feita sem expectativas e sem comparação com nenhum outro autor.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. oie, bacana sua opinião sincera. eu estou num desafio de clássicos um por mês e as vezes sinto em alguns essa coisa arrastada que você mencionou. mas ue bom que do meio para o final começou a finalmente desenvolver. espero poder ler um dia.

    ResponderExcluir
  12. Oi!

    Apesar de gostar bastante de romances históricos, esse livro também não funcionou muito para mim. Passei boa parte do tempo entediada enquanto li. Só o final mesmo que foi mais fluído, porque o resto. ADorei sua resenha, concordo totalmente com cada palavra!

    bjs!

    ResponderExcluir
  13. Olá Cláu,
    Li esse livro e também achei bem ok, ficou por aí. A questão de o personagem não querer ser maduro e a história ser extremamente enrolada foram pontos que contribuíram para a leitura dessa forma.
    Gostei da sua resenha e partilhamos de opiniões semelhantes.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  14. Olá, Cláu. Tudo bem?
    Acho que temos uma coisa em comum. Como já disse em alguns momentos em meu blog, eu também prefiro ler sempre antes de assistir as adaptações. Quando o filme estava no cinema, eu fui convidado por alguns amigos para ir assistir. Confesso que a princípio não sabia que tinha um livro sobre a mesma história. Para ser sincero, eu na realidade não gostei muito do filme, mas quando fiquei sabendo da existência do livro, eu imaginei que fosse interessante. Entretanto, de acordo com a sua resenha, não parece ser tão interessante assim, né? Adorei ter mais detalhe do livro, pois é um daqueles que tenho vontade ler. A principio não fiquei muito animado para ler, mas como você recomenda, mesmo não tenho achado tão boa a história no início,vou tentar ler quando tiver oportunidade.
    Abraço!

    meuniversolb.wixsite.com/meuniverso

    ResponderExcluir
  15. Oie!
    Sabe, que eu vou me incomodar um pouco com esse livro, ainda mais que esse começo é bem desinteressante. Mas pelo menos, da metade do final melhora mais a trama. Vou anotar essa dica.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  16. Oiii!!! Confesso que não gosto muito de ler livros antigos por trauma de ter sido obrigada a ler alguns na época da escola que eu odiei. Eu também prefiro ler o livro antes de ver o filme, mas é claro que algumas vezes já aconteceu o contrário. Gostei da sua resenha, bem sincera.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bom?
    Sempre tive vontade de ler esse livro, principalmente por ser o retrato dos jovens da década de vinte, que queriam conservar a juventude e o dinheiro para sempre, vivendo de uma forma ostensiva, inclusive. O que fez com que a história não fluísse no início? Ambientação, linguagem, má desenvoltura na premissa? É que quero muito ler esse livro e precisava saber um pouco mais sobre o que te desagradou para diminuir as expectativas rs Se foi só o desinteresse nos capítulos iniciais, bem, acho que isso eu encaro, só para conferir esse final, que aparentemente já é melhor. Parabéns pela resenha sincera.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  18. Acredita que nunca vi a adaptação nem li o livro ainda?! Sério, sou muito ultrapassada hahah! Talvez por não me interessar muito nessa premissa ou pela capa que não me chama atenção, mas nunca tive interesse na leitura. Adorei sua resenha, se expressou muito bem!

    ResponderExcluir
  19. Oieee, tudo bem?? Já ouvi falar no livro sim, mas nunca tive muuuita curiosidade em ler. E agora sabendo que os primeiros capítulos se arrastam, minha vontade só diminuiu. Odeio quando isso acontece porque, mesmo deslanchando do meio pro fim parece que não consegue mais ser uma boa referência. Vou deixar passar essa hein? Adorei a sua resenha, a gente tem mesmo que falar o que achou e as pessoas tem que entender que é uma opinião pessoal. Não funcionar pra um não significa que vai funcionar pra outro, não é mesmo? Bjosss

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Ao contrário de você, prefiro ver os filmes primeiro, uma vez que como eu não tenho conhecimento do livro, tenho a chance de realmente gostar da adaptação. Mas livros lentos no inicio realmente são bem difíceis de ler, e geralmente nunca chegam a ser preferidos de ninguém. Não me interessei por esse no caso.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS de Natal que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  21. Olá,

    Eu realmente acho que os maiores problemas em leitura de livros que estão ou já estiveram no hype são as expectativas. Por isso evito bastante ler esses livros, espero que a febre passe e aí posso fazer minha leitura sem grandes expectativas e com risco de decepção menores. Enfim, ainda não me senti tentada a fazer esta leitura, contudo isso pode mudar. E espero gostar, caso tenha vontade hahahaha

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Olá, Clau

    Que curioso o livro ser arrastado, pois o enredo tinha tudo para fazer do livro algo bem dinâmico... essa inconsequência do personagem, sua queda por festas e belas mulheres...
    Que pena que o começo foi assim, mas pelo menos ele dá uma melhorada depois.

    Beijo

    ResponderExcluir
  23. Oiee Cláu ^^
    Eu ainda não li nada do autor, mas sempre tive curiosidade de fazê-lo, pois via menções de suas obras em vários livros que eu lia. É uma pena que "O grande Gatsby" não tenha sido tanta coisa para você, é triste quando uma leitura acaba se tornando sofrível e arrastada, né?
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  24. Olá Cláu,
    fico feliz que gostou do livro (mesmo relatando alguns fatos negativos). Não conhecia a obra, é sempre ótimo embarcar em uma leitura que te envolve (mesmo sendo da metade do livro). O livro tem uma ótima premissa, e uma escrita inovadora.

    P.S a sua resenha me deixou curiosa a conhecer mais obras do autor, vou ver se dou uma chance ao livro.
    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir