Menu

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Clube da Luta 2 - Resenha/Desafio


"Por que a gente ama mais as pessoas depois de machucá-las."

Quando li "Clube da Luta", eu simplesmente AMEI o enredo todo - incluindo o plot twist, que me surpreendeu demais! E nunca pensei que aquela história poderia ter uma continuação. Sempre que um autor decidi escrever uma continuação, os seus leitores ficam com um pé atrás e fazem as seguintes perguntas: Será que precisava de outro livro? Vai ser bom? Porquê?, entre tantas outras...
Nesse caso foi a mesma coisa. Será que o Chuck Palahniuk precisava escrever "Clube da Luta 2"? Sinceramente, acho que não.
O livro não é ruim, mas não chega aos pés do primeiro, que tinha terminado tão bem.
Para a continuação, o autor decidiu escrever em formato de HQs com ilustrações muito bonitas do Cameron Stewart. Nela, a história se passa 9 anos depois do término do primeiro, com o nosso protagonista recebendo um nome: Sebastian. Casado com Marla e com um filho, eles levam uma vida pacata. Cansada com esse estilo de vida, Marla decide trocar os remédios do marido por aspirina, fazendo com que Tyler retorne.
Além disso, durante esses nove anos, Tyler retorna por 50 minutos para as sessões de terapia de Sebastian. Para completar a confusão, o filho deles é sequestrado por Tyler.
A história não é ruim, mas tem algumas partes um pouco confusas e algumas situação meio que jogadas no enredo. Têm algumas crianças que aparecem para ajudar Marla  na procura por seu filho que são estranhas - elas tem Síndrome de Hutchinson-Gilford (um distúrbio que faz com que crianças envelheçam rapidamente), mas o mais estranho é que elas são ótimas hackers e vira e mexe estão usando armas. Não faz nenhum sentido.
O que achei mais interessante é a introdução do personagem do Chuck! Ele aparece no quadrinho sendo importante e bem colocado. Mas a relação dele com o final é meio broxante.
Enfim, acho que vale a tentativa de vocês de lerem. Por mim, não precisava do segundo, e esse não chega nem perto do anterior. A leitura é rápida (até por ser quadrinho) e os desenhos do Cameron são lindas!
Para mim, o que vale é o primeiro. Esse pode ser descartado.
E vocês, já leram? Gostaram, ou como eu, acharam desnecessário? Digam aí nos comentários o que acharam!

Até a próxima e boa leitura!
Carol!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário