Menu

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Resenha - Desaparecida


"Conforme observo com atenção, noto que não sei exatamente o que estou procurando. Minha mãe? Eu mesma? O eu de antes de me tornar introspectiva e frágil? Bem, aquela pessoa podia até se parecer muito com a garota que o espelho está mostrando, mas o que dizer da pessoa por dentro? A mulher que eu era? Ela está desaparecida, presumivelmente morta."


Esse livro já estava na pilha de leituras fazia séculos! Mas como mês passado li muito e bem rápido, tive tempo de ler em fevereiro.
"Desaparecida", da canadense Catherine McKenzie, Editora Leya, é um romance/drama bem leve, mas que é gostoso de ser lido.
Depois que a mãe de Emma Tupper morre, a nossa protagonista fica sem chão e vê como única solução viajar para a África (um sonho antigo de sua mãe).
O problema começa quando ela teria que ficar lá somente 1 mês e acaba ficando 6 meses. A causa disso é um terremoto muito forte que atinge o país e todos ficaram sem energia, impossibilitando Emma de voltar para a Inglaterra.
Quando finalmente ela consegue voltar, descobre que a sua vida foi virada de cabeça para baixo. Seus cartões foram cancelados, ela está sem dinheiro, seu apartamento foi alugado para o misterioso fotógrafo Dominic, seu escritório de advogacia (onde estava prestes a se tornar sócia) é roubado pela sua rival Sophie junto com os seus clientes - além de perder o seu namorado para ela também. E pior: tudo isso aconteceu porque achavam que ela estava morta!
Enquanto tenta resolver todos esses problemas, ela se questiona se era realmente feliz antes da viagem à África. Tinha valido a pena sacrificar tanto pelo trabalho? Amava Craig de verdade? 
Acho que todos nós já passamos por um momento que paramos para pensar se a nossa vida estava melhor antes ou depois de uma escolha ou atitude que temos. E é exatamente por isso que a Emma vai passar... e não vai ser nada fácil.
Porém, a volta da viagem parece que fez algumas mudanças nela. Ela parece ser uma pessoa melhor na maioria das vezes e isso também trouxe coisas muito boas. Como por exemplo algumas pessoas muito boas para a dua vida. Não irei dizer quem são elas para não dar nenhum possível spoiler.
Os personagens são bem interessantes e construídos. Quem se sobressai obviamente é a Emma, mas o Dominic é muito importante e é muito interessante, divertido e bem construído!
Uma coisa que achei SUPER legal e que gostei demais foram as diversas referências à cultura pop. A autora vai citar Star Wars, Peter Pan e vários outros filmes, livros, séries e personagens. Provavelmente isso foi o que mais gostei no livro, rsrs.
Enfim, esse é um livro muito rápido de ser lido, leve, divertido. É aquele livro ideal para ler logo depois de uma ressaca literária. Tem romance, tem drama, tem algumas partes bem engraçadas, tem referências - tem um pouco de tudo.

Até a próxima e boa leitura!
Carol!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário