Menu

quinta-feira, 23 de março de 2017

Quem Tudo Vê - Conto


"Com o tempo irás habituar-se. Mais importante: irás compreender. As nossas crenças não são aceitas porque não são compreendidas. A primeira coisa que terás de perceber é que todos nós escolhemos o nosso caminho".  

Que conto foi esse?
"Quem Tudo Vê", do português Ricardo Neves, foi um conto que me pegou de surpresa. Sem muitas pretensões, sem enrolações, me deixou 'literalmente', de queixo caído.
Sabe aquele momento que você senta e resolve ler uma coisa mais rápida, sem muita enrolação? Foi isso que aconteceu com esse conto de terror incrível.
Tava eu lá, deitada, quando peguei meu Kindle para uma leitura mais rápida e dinâmica. E foi! Muito mais dinâmica do que rápida, diga-se de passagem, porque passei um tempo enorme depois tentando entender o que eu tinha acabado de ler.
O conto relata a obsessão que Júlio tem por Alice Matos, uma repórter de um canal de TV. Incapaz de compreender seus sentimentos, Júlio procura desanuviar a mente com outras coisas. É quando recebe um vídeo que lhe mostra o quão doentia uma obsessão pode, de fato ser. Só que não é só isso, é muito mais...
Como é um conto, se começar a falar posso acabar dando spoiller, e não é essa a intenção, mas posso dizer com certeza: leiam! Garanto que não irão se arrepender. É MUITO BOM!!!!!
Acabei de ler e fiquei pensando: que p#@$%$ foi essa que acabei de ler.
Depois da leitura, dei um pause para reflexão e não consegui ler mais nada durante aquela noite. De verdade? Estou até agora pensando no assunto. Dias se passaram e olha eu aqui, tentando entender o que aconteceu em "Quem Tudo Vê".
Para quem gosta de terror, fica a dica.

Cláu Trigo

Nenhum comentário:

Postar um comentário