Menu

domingo, 8 de outubro de 2017

Cartas Para Julieta - Uma Viagem Literária


"Os estudiosos creem que a peça Romeu e Julieta de Shakespeare é uma narrativa que se originou  na antiga Roma, baseada no conto Píramo e Tisbe, de Ovídio, ao mesmo tempo amargo e belo, envolvendo famílias inimigas, um amor proibido e um encontro secreto em um túmulo que termina extremamente mal. Enquanto espera por Píramo, Tisbe vê uma leoa rondando o túmulo. Temendo que as mandíbulas ensanguentadas do animal sejam prova de que ela atacou seu amante, Tisbe foge para uma caverna próxima e deixa cair seu véu. A leoa então vê o véu, e depois de farejar nele carne humana, estraçalha-o".

Sabe o filme "Cartas Para Julieta"? Então... esqueça dele quando for ler o livro.
"Cartas Para Julieta", de Lise Friedman & Ceil Friedman, Editora Seoman, nasceu entre duas irmãs que adoravam trocar cartas entre elas, até que Ceil encontra o seu Romeu e sai de Nova York para morar com ele em Verona. Numa viagem para visitar a irmã em Verona, descobrem uma carta escrita por uma francesa de 19 anos endereçada a Julieta. As irmãs não puderam resistir à vontade de investigar a questão mais a fundo.

"Querida Julieta,
Sei que vai demorar para eu receber uma resposta desta carta, mas não importa... Adoro me corresponder com uma lenda. Quando recebi sua primeira carta, senti-me elevada por uma força divina disposta a me auxiliar e amparar. Hoje preciso que me escute de novo".

A carta acima foi que levou Lise e Ceil à uma longa e minuciosa pesquisa. 
Conheceram as secretárias de Julieta, um grupo de mulheres que durante sete décadas e ainda hoje, quase que ininterruptamente, vem respondendo com todo o carinho às cartas para Julieta. A dedicação delas para manter a lenda viva as faz passar alguns minutos - ou horas -, todos os dias, respondendo aos pedidos de conselhos, súplicas de paixão e desejos de receber a bênção da mais romântica protagonista de Shakespeare. Julieta deixou de ser uma personagem de ficção e ultrapassou os limites da literatura para assumir os papéis de conselheira e confidente.
As cartas chegam de toda parte do mundo, com poucas exceções, todas parecem sinceras. São de adolescentes que enfrentam a censura dos pais e os sofrimentos do primeiro amor, e de adultos, jovens e mais velhos, comemorando uma amor conquistado a duras penas, enfrentando dúvidas diante da iminência de um compromisso, sofrendo por causa de uma traição ou perda, e confrontando preconceitos religiosos, políticos ou raciais.
As secretárias leem essas cartas, frequentemente as traduzem, e respondem, uma por uma, pessoalmente, à mão. São endereçadas apenas a "Julieta, Verona", todas elas chegam ao seu destino.
O livro é bem interessante e trás inúmeras "possíveis" histórias que possam ter inspirado nosso Shakespeare, e levados nossas escritoras a uma grande aventura pela cidade de Verona e sua lenda imortal.

"Querida Julieta, 
Quero saber por que a Cidade de Verona celebra o casamento de seus cidadãos apaixonados no seu túmulo, onde o amor morreu, em vez de casá-los na sacada, onde o amor nasceu?"
Giancarlo C., Treviso, Itália

O livro vem com inúmeras cartas enviadas e nos leva para uma viagem no tempo, onde um grande amor nasceu e reina até hoje nos corações de quem sofre de amor.

Boa viagem, ops, leitura!
Cláu Trigo

15 comentários:

  1. ah! Sou louca pra comprar esse livro, porque o filme por si só é incrível!
    bjos
    www.omundodatutty.com

    ResponderExcluir
  2. Eu já tinha ouvido falar no filme, mas nunca assisti e o livro também é novo para mim que ando dão por fora rsrs, mas acredito se tratar de uma bela história.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Sabe que eu nunca vi o filme? Na verdade, devo ter visto uma cena dele só, mas nunca senti curiosidade de vê-lo inteiro. Não sabia da existência do livro, mas como eu sou mais livros do que filmes, já fiquei curiosa e já quero ler...haha' parece ser muito romântico e envolvente, fiquei curiosa com a chegada das cartas de todas as partes do mundo.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi!!

    Tudo bem? Eu nunca li Cartas Para Julieta, mas um tempinho atrás cheguei a ver o filme, apesar de ter achado a adaptação ok não despertou a minha vontade de buscar a obra para ler, mas eu não tinha a menor ideia de que o enredo do livro era tão completamente diferente do filme. Acho que vou dar uma chance para ele no futuro.

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  5. Oi!!!

    Eu adorei a sua resenha, não fazia a menor ideia de que o filme e o livro eram tão diferentes assim. Apesar de até gostar do filme ele nunca me incentivou a procurar o livro para ler porque achei a história um tanto fraca.

    Adoro histórias quem mostrem uma jornada (seja ela metafórica ou não) e parece que é exatamente isso que acontece aqui. Eu fiquei de fato intrigada com essa questão das cartas que chegam de todos os lugares com várias histórias diferentes.

    Beijos - Aninha
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  6. Oi.

    Não sabia que tinha um livro. Eu assiti o filme e adorei. Sempre que posso eu revejo. Adorei a resenha e tentei esquecer um pouco do filme enquanto a lia. Me interessei pela obra e vou tentar procurar quando tiver a chance.

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bem?
    Só conhecia o filme, que por sinal, amo!
    O livro parece ser muito bom, apesar de não se parecer com o filme, é uma nova história que parece prender a gente, amo esse tipo de narrativa. Obrigada pela resenha, dica anotada <3

    ResponderExcluir
  8. Só assisti o filme e confesso que gostei muito. Como você abriu a resenha dizendo pra esquecê-lo, agora preciso ler o livro.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Eu nem imaginava que existia o livro! Gostei bastante do filme, achei uma fofura, típico filme pra sessão da tarde, mas o fato do livro ser repleto de cartas já me encantou, gostaria de ler para entender como uma obra pode ser tão diferente da outra.

    ResponderExcluir
  10. Oie!

    Eu amo esse filme, e olha que não curto muito romance, mas estou louca para realizar a leitura dessa obra, espero amar tanto quanto o filme, mesmo sendo diferente o desenvolvimento da obra! A dica está mais que anotada a muito tempo já kkk

    Bjss

    ResponderExcluir
  11. Tenho muita vontade de ler esse livro. Alguns blogueiro já haviam me falado da não relação entre filme e a obra, e foi por esse motivo que fiquei curiosa. As possíveis inspirações de Shakespeare também me chamaram a atenção.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bom?
    Sou louca para ler esse livro a um tempão! Adoro histórias assim e amei conhecer um pouco sobre as secretárias de Julieta no filme. Saber que o livro é bem diferente e que nos trás histórias diferentes me deixou bem curiosa para conhecer o livro. Enfim! Adorei a resenha e conhecer um pouco mais sobre o livro. Sugestão mais que anotada!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi, Cláu

    Eu morreria sem saber que existia um livro que inspirou o filme. Eu não curti muito o filme, mas gosti dessa ideia de troca de cartas. Acho interessante e é uma pena que o hábito tenha se tornado meio arcaico.
    Acho que não leria o livro, pelo menos não no momento, mas que bom que você curtiu.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Olá Cláudia,
    Não sabia que esse livro existia, quando vi o título do seu post, pensei que você falaria do filme que, confesso, já assisti, mas não me encantou nada rs
    Adorei suas impressões sobre o livro, principalmente porque fiquei muito curiosa para saber como são essas cartas e essas possíveis histórias.
    Vou anotar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    Estou passada que o filme é uma adaptação, nunca desconfiei, gosto muito do filme, mas como você disse para esquecermos dele durante a leitura, não sei bem o que esperar do livro, principalmente se esse livro foi igual a P.s. Eu te amo, que acabei odiando o livro e amando o filme, espero estar errada quanto a isso. Enfim, adorei saber mais sobre esse livro.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir