Resenha ABERST: Febre Vermelha


"O juiz e carrasco não fez distinção entre mandante e comandado. Uma bala para cada um, sem jurisprudência, atenuantes ou direito a defesa."


Primeira resenha da nossa parceria com a ABERST (Associação Brasileira de Escritores de Romance Policial, Suspense e Terror). E o livro sorteado para lermos foi "Febre Vermelha", do Francis Graciotto, Editora Máquina de Escrever.
Aqui, teremos uma história sobre zumbis e, normalmente, não sou uma das maiores fãs de histórias desse gênero, mas como comentei com o Francis - que inclusive foi super atencioso comigo, respondendo todas as minhas perguntas e tudo o mais - acabei gostando demais da história e isso se deve a diversos motivos.
Uma epidemia começa a surgir no litoral paulista, mais especificamente em Santos. Os infectados ficam com os olhos vermelhos (que nem os da capa, que por sinal, é linda!), uma febre muito alta e uma fome insaciável - uma fome que não é de comida e sim, de outra coisa que vocês já podem imaginar. Junto com essa fome, os infectados tornam-se extremamente violentos e as autoridades não conseguem lidar com o caos que surge no Estado de São Paulo.
Enquanto vamos lendo, acompanhamos vários personagens (e isso, por uma boa parte da leitura, deixou ela um pouco confusa), personagens que não se conhecem, mas que em algum momento vão estar todos juntos. 
Temos o professor Gilberto e sua esposa Monique (uma médica), sua filha adolescente, Rita, o jovem Gustavo, que perdeu todos os seus amigos para a epidemia, os dois fugitivos da polícia, Carlinhos e Jorge, o militar Pietro (também irmão de Gilberto) e a família do pastor André, com sua esposa e seus dois filhos. 
São muitos personagens e é um pouco difícil lembrar quem é quem, até porque o autor não coloca separação narrativa entre os capítulos, ou seja, no mesmo capítulo temos várias visões num texto corrido, sem separação, e isso deixa a leitura um pouco difícil de se fazer, até confusa.
Essa quantidade de personagens com os tamanhos dos capítulos, que são gigantes, foram o que me incomodaram um pouco na leitura, mas no geral, a história não foi atrapalhada por causa disso. Gostei demais de como o Francis construiu o surgimento dessa epidemia e dos zumbis. A história, dentro do possível, é bem realística, e ele me ganhou bastante quando trouxe essa história para o Brasil, mais especificamente em São Paulo, pois deixa a história mais perto do leitor e em vários momentos, enquanto lia, conseguia visualizar a cena.
Óbvio que é muito legal lermos histórias que se passam em outros países, pois temos aquele gostinho de acharmos que conhecemos aquele lugar, além de conhecer outras culturas e etc. Mas nada chega aos pés daquela história que se passa no seu país, no seu estado, na sua cidade, algumas vezes até no seu bairro.
E felizmente, os últimos livros nacionais que li também se passavam em lugares que conhecia, como por exemplo, os livros da Karen (que muitas histórias também se passam em Santos), Querido Jaime retratou muito bem o centro de São Paulo, O Androide (que também se passa uma boa parte em Santos e São Paulo), entre vários outros que não vou citar, se não fico até amanhã aqui.
Os personagens são muito bem construídos e, com certeza, a minha personagem favorita foi a Rita! O final acaba com uma descoberta daquelas e terminei querendo ter logo o segundo na minha mão. Para complementar a leitura e a resenha, também li o conto "Dias Febris: Lucy", que vai se passar em Campinas e o final é espetacular! Só lendo para entender.
Sobre a edição, a capa é lindíssima. Não encontrei muitos erros ortográficos, mas em vários pontos, não havia o espaçamento entre as palavras, mas nada daqueles erros que tanto me irrita encontrar em diversos livros, nacionais ou não.
O segundo livro deve sair ano que vem e já estou ansiosa, rsrs.
Sobre os contos, o Francis me informou que a previsão está para Setembro, e a data será divulgada na página do livro que deixarei aqui embaixo. Já tem capa e serão sete contos, com vários se passando em outras cidades do interior de São Paulo, além da própria capital.


Para finalizar, agradeço novamente o envio do livro e a parceria com a ABERST. 
Não tenho nada a reclamar dessa parceria e estamos muito contentes em poder participar dessa ação tão importante para a nossa literatura. 
Que tenhamos mais autores de suspense, terror, horror, policial e que os nossos escritores tenham mais espaço nas nossas estantes e nos nossos blogs. 
Agradeço também ao Francis pela gentileza e por ter sido tão atencioso. Já estou no aguardo do próximo e dos contos!


Página do livro no Facebook: clique aqui
Página da ABERST no Facebook: clique aqui
Site da ABERST: clique aqui
Página no Skoob: clique aqui
Página do conto no Skoob: clique aqui
Livro na Amazon: clique aqui
Conto na Amazon: clique aqui

Até a próxima e boa leitura!
Carol!!!

30 comentários

  1. Muito obrigado pela resenha, Carol! Fico feliz que tenha gostado!

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito da resenha e me interessei no livro pelo fato dele se passar em São Paulo. Gosto muito de livros de autores nacionais.

    Gustavo
    http://www.leituraenigmatica.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gustavo!
      É muito legal ler uma história que se passe em São Paulo, ainda mais uma história sobre zumbis.
      Bjss

      Excluir
  3. Oi. Tudo bem?
    Nem Conheci a a ABERST, foi uma imensa novidade para mim.
    Me parece que essa premissa poderia me agradar. Mas me incomoda um pouco essa falta de separação entre os personagens.
    Eu gosto quando os personagens são bem delineados, com traços fortes e de fácil distinção. Isso que você mencionou parece mesmo que daria um nó na cabeça de qualquer leitor.

    Apesar de tudo você enfatiza que os personagens tem uma ótima construção.
    Então, nisso senti uma contradição entre a parte da narrativa confusa por conta dos muitos personagens e falta de uma separação e sobre a construção.

    Mas, finalizando. Eu amo Zumbis. E realmente o enredo em geral me parece bem interessante. Espero ter a oportunidade se ler algum dia.

    Beijos e obrigada pela dica e por me apresentar mais uma novidade.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karini!
      Sobre essa contradição que você comenta, talvez eu tenha me confundido um pouco na hora de escrever a resenha. A falta de separação, é dentro dos capítulos, que não há por exemplo, uma quebra de parágrafo e ai ficou um pouco confusa a leitura. Mas os personagens são muito bem construídos. Peço desculpas se não ficou claro. O autor já me comunicou que foi um erro da editora e que nas próximas edições, isso já vai estar arrumado.
      Muito obrigada pelo comentário!
      Bjss

      Excluir
  4. Oie, tudo bem?

    Não conhecia ABERST, adorei conhecer e com certeza vou acompanhar mais coisas que venham dessa associação! Eu adoro esse gênero de livro, e adorei sua resenha! Quero fazer essa leitura e já vou indicar para um monte de gente ^^

    Obrigada pela dica!

    Beijos,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paloma!
      A ABERST é maravilhosa e está fazendo um trabalho lindo para a nossa literatura.
      Que bom que gostou da dica! :)
      Bjss

      Excluir
  5. Oi.
    Gostei muito do enredo e da ambientação, com certeza torna a história mais crível, dentro do possível, para nós.
    Eu geralmente gosto quando temos o ponto de vista de vários personagens, apesar de que, pelo menos para mim, torna um pouco mais difícil me identificar com algum personagem e, "de fato", entrar na história.
    Sua resenha despertou minha curiosidade.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Barbara!
      Exatamente. Deixa a história mais perto do leitor e eu AMEI isso!
      Eu não sei se gosto tanto, mas em alguns casos funcionam. O problema aqui foi a parte gráfica mesmo.
      Bjss

      Excluir
  6. Oi tudo bem? Adoro livros nacionais, principalmente de ficção e suspense. Gostei do enredo muito original, parabéns pela parceria e pela resenha, que ficou bem detalhada e adorei sua sinceridade em relação ao livro. Obrigado pela dica, com certeza irei ler, bjs!
    http://livrosetalgroup.blogspot.com/.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cris!
      Fico muito feliz que tenha gostado da resenha e da dica.
      Bjss

      Excluir
  7. Sou muitooo medrosa, então passo longe de livros de terror. Meu negócio é romance mesmo, mas acho que darei uma chance a leitura.
    Beijos <3

    https://porvarioslugares.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Rsrsrs, mas relaxa, pois apesar da história ser de zumbis, não é um livro que dá medo. No máximo, um pouquinho de nojo, rsrs.
      Bjss

      Excluir
  8. Acho que eu iria me atrapalhar um pouco com os vários pontos de vista sem serem anunciados, mas depois de me acostumar com os personagens isso não seria um problema.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza!
      No começo é um pouco confuso, mas depois nos acostumamos.
      Bjss

      Excluir
  9. Oiiiii,

    Vou ser bem sincera, achei a capa assustadora kkkkk Eu não sou fã de histórias de terror e suspense e tal, e também não curto muito histórias de Zumbi. Mas se mesmo uma pessoa que não curte muito o gênero conseguiu aproveitar a leitura, deve realmente ser muito bem escrito e cativante. Com certeza vai ser uma ótima pedida para quem gosta deste gênero.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aninha!
      Rsrsrs, sério? Eu já achei linda! Como você, também não curto muito histórias de zumbis, mas gostei bastante dessa.
      Bjss

      Excluir
  10. Oi, tudo bem?
    Não sou a maior fã de livros do gênero, maaaaas além de achar a história interessante, me despertou o interesse pelo fato se ser uma obra nacional, então com certeza eu leria, pois acredito que devemos incentivar nossos escritores.
    Parabéns pela parceria e pela resenha, que por sinal está muito bem escrita!
    A capa é muito linda!

    Beijos - anne and cia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriela!
      E é muito legal ler uma história de zumbis, que é um assunto que hoje tem em todas as mídias, de diversos jeitos, se passando em São Paulo.
      Muito obrigada!
      Bjss

      Excluir
  11. Oie!

    Que legal essa parceria! Não conhecia o livro nem o autor! Confesso que não curto muito livros de zumbi mas pelo visto você curtiu bastante a leitura!

    Ótima resenha!

    Beijos
    Carol
    www.thereviewbooks.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol!
      Curti mesmo e até me surpreendi!
      Muito obrigada!
      Bjss

      Excluir
  12. Olá!

    Nossa, juro pra ti que não conhecia essa associação, mas pode ter certeza que irei seguir e acompanhar de perto. O policial e o suspense são genero que eu amo, mas infelizmente tenho problemas com o terror, principalmente quando se trata de zumbis. kkkk

    Achei a sua resenha muito boa, mas infelizmente, a história não é pra mim.

    beijos
    http://www.livrosetalgroup.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      A associação é muito legal e o trabalho deles é muito importante e interessante. Eu amo esses gêneros e também não sou das maiores fãs de histórias de zumbis, mas eu curti bastante essa.
      Bjss

      Excluir
  13. Oi,Carol!
    A proposta do livro parece ótima, chamou a minha atenção mesmo eu não curtindo tanto livros sobre zumbis. A parceria parece ótima, também, com boas opções de leitura. Espero que vc curta cada uma delas.
    bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucy!
      O livro é bem legal mesmo e a parceria é maravilhosa.
      Muito obrigada!
      Bjss

      Excluir
  14. Olá
    Bom não sou muito fã do gênero, mas tenho que confessar que a premissa é um tanto instigante. Se tem algo que me incomoda muito é a narrativa confusa. creio que com esse tanto de personagens e tendo narração sem separação era algo que não iria me agradar durante a leitura. Vou deixar a dica passar.
    Beijos florzinha ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Não vou mentir não, a narrativa é um pouco confusa e fui me acostumando só lá para metade do livro. Mas a história vale muito, até porque a escrita do autor á muito boa.
      Bjss

      Excluir
  15. Olá, faz tempo que não leio nada com zumbis, interessante esse livro, especialmente pela ambientação em território nacional, grande número de personagens é complicado mesmo.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Achei muito legal a história se passar no Brasil, pois deixa tudo mais próximo do leitor.
      Bjss

      Excluir