Menu

sexta-feira, 8 de junho de 2018

Resenha: O Segredo de Carol - #OlharNosNacionais


" - Isso nos leva a outra pergunta. O que é liberdade, afinal? As grades não existirem ou você não saber onde elas estão ou não poder vê-las?"

Novamente preciso começar uma resenha dizendo que demorei a leitura de um livro mais do que deveria, mas tenho algumas explicações para isso! Primeiro que está acabando o semestre da faculdade e a carga de leitura + pesquisa está bem grande, o que resulta na segunda explicação: cansaço. Por causa dos trabalhos, chego à noite mais cansada do que esperaria e não estou conseguindo ler tanto (mas na pausa que tive por causa do feriado + greve dos caminhoneiros, consegui colocar tudo em dia). E a última explicação é que mesmo o livro sendo bom, por umas boas semana, não estava muito na vibe de ler. Passadas as desculpas, vamos ao que interessa!
Em "O Segredo de Carol", do Sérgio Santos, (já tem outra resenha dele aqui no blog), acompanhamos Carol (obviamente!) em sua jornada para conseguir achar uma saída da floresta na qual está perdida e encontrar o seu segredo, que está tão bem escondido quanto um tesouro de pirata, com direito a mapa do tesouro e tudo. Durante sua busca, Carol vai encontrar diversos personagens na floresta, entre eles, o Caçador, o Filósofo, o Pescador, a Costureira, a Astrônoma e o Pirata, que irão acompanha-lá e ajudá-la a  descobrir qual é o seu segredo.
A história é bem devagar e até chegar no final, bem confusa. Mas quando os pontos vão se ligando e nos mostra qual é o segredo de Carol, todas as páginas anteriores acabam valendo a pena. Fiquei de queixo caído, pois não estava esperando nada parecido, e adoro quando o autor consegue fazer isso com a gente. O final foi o que "salvou" a leitura e digo mais, conhecendo as respostas, acredito que uma segunda leitura seria muito melhor, pois pegaria as pistas e a leitura ficaria muito mais interessante.
Carol é uma jovem que acorda nessa floresta que ela não conhece, sem saber como ela chegou ali e o porquê. Na verdade, ela não tem nenhuma memória, somente sabe o seu nome. Com o passar do tempo, enquanto tenta achar um novo caminho ou sair da floresta, ela vai conhecendo esses novos personagens que têm passagens rápidas, mas que têm suas importâncias, entendidas só ao final da leitura. Os personagens não são uma obra-prima no quesito construção, mas são no mínimo interessantes.
Acho a capa lindíssima, mas em relação à revisão, tenho que comentar. O livro têm bastante erros e essa já é a segunda edição. Porém, pelo que li, da primeira para essa, houve uma revisão mais cuidadosa e sabemos como é publicar livro aqui no Brasil sem editora. Se, com editora, já encontramos muitos erros, imagina você ter que fazer isso sozinho... Comprei esse livro na última Bienal de São Paulo e o Sérgio foi super atencioso e ainda autografou! Mais felicidade do que isso não existe!
Portanto, apesar do começo lento e dos vários erros de revisão, o final faz valer as 255 páginas e ainda termina de um jeito que facilmente poderia ter um segundo livro. Mais uma grata surpresa que encontro dentro da nossa literatura que é tão vasta e cheia de segredos, que só estão a nossa espera, prontos para serem encontrados!

Até a próxima e boa leitura!
Carol!!!

26 comentários:

  1. Oi! Achei a capa linda realmente! Quanto a história, acredito que apesar dos erros de revisão e toda a lentidão seja uma leitura agradável, pois os elementos que compõem a trama parecem ser bem promissores, uma garota que acorda sem memória no meio de uma floresta, e tenta descobrir por que está ali, quem é.. Obrigada pela resenha!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline!
      A capa é linda! A trama é interessante sim e apesar dos erros e da lentidão, o final faz valer a leitura.
      Muito obrigada por comentar!
      Bjss

      Excluir
  2. Oi Carol! É muito chato quando um livro tem muitos erros, mas acho que é algo possível de ser resolvido, agora a questão da narrativa confusa é bom vc ter avisado sobre o final, assim a gente não desiste!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Realmente é muito chato, mas quando o livro é nacional e não tem editora, a chance dele ter é muito grande.
      Exatamente! Não desiste da leitura pois o final faz valer toda a leitura a pena.
      Bjss

      Excluir
  3. Eu sou do tipo de pessoa que fica incomodada com esses errinhos de revisão, infelizmente. O fato da história soar em grande parte confusa, também nao me estimulou muito, uma pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dayhara!
      Me incomodam um pouco também, mas entendo que é difícil para o escritor. A história é sim um pouco confusa, mas o final faz valer a pena todas as páginas anteriores.
      Bjss

      Excluir
  4. Achei a capa do livro bem feinha e a sinopse não me chamou atenção, sinceramente. Mas que bom que você curtiu a leitura, apesar de tudo.
    Beijos
    https://porvarioslugares.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Sério? Já eu, achei linda! A história é bem surpreendente. Pena que não ficou interessada.
      Bjss

      Excluir
  5. Olá!
    Gostei da premissa, mas parece bem confuso como você mesma falou. Me parece um livro de auto-ajuda, daqueles que te fazem refletir muito. Apensa da capa não ser tão atrativa daria uma chance por causa da premissa. Adorei a resenha.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      É bem confuso, mas quando as peças se encaixam, tudo faz sentido, inclusive a confusão. Apesar da sua impressão, de auto-ajuda não tem nada, rsrs. Espero que se surpreenda como eu me surpreendi!
      Muito obrigada pelo comentário!

      Excluir
  6. Eu tenho medo de ler livros confusos que se justificam no final e me perder na narrativa. Mas sua resenha me deixou muito curiosa e quero conhecer este enredo.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ivi!
      No final, tudo faz sentido, mas a confusão é grande. Porém, não acredito que seja o suficiente para se perder na história.
      Bjss

      Excluir
  7. Não curto leituras muito confusas, e mês passado já tive minha cota de livros que não curti muito, rsrs. Não me interessei por esse livro, infelizmente. :(
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Te entendo. Ler muitos livros confusos em sequência é um pouco cansativo, mas se em algum momento tiver interesse em ler uma história confusa, aqui está uma boa dica, rsrs.
      Bjss

      Excluir
  8. Oiii tudo bem???

    A capa é realmente linda, mas infelizmente não tenho muita força de vontade de ler um livro lento, uma pensa, pois a proposta parece ser bem legal.
    Não dou conta de caminhar com o livro só por um final, uma pena.
    Adorei a resenha sincera.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa!
      Também não sou das maiores fãs de livros lentos, mas sempre tento dar uma chance para eles, pois podem me surpreender, como aconteceu com esse.
      Muito obrigada por comentar!
      Bjss

      Excluir
  9. Oi, tudo bem?
    Vou começar dizendo que te entendo totalmente, porque final de semestre não é fácil.
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas confesso que não fiquei muito curiosa para ler. A premissa não me atraiu muito e confesso que o fato do livro ser devagar e confusa até chegar no final me desanimou totalmente. Por mais que o final valha a pena, acho que não teria essa paciência.
    De qualquer forma, adorei a resenha e fico feliz que o final tenha feito a leitura compensar para você.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria!
      Final de semestre é complicado. Trabalho para todos os lados. Cheguei num ponto que quase não aguento mais ver livros, rsrs.
      Muitas vezes fico irritada com histórias lentas e estava começando a ficar com esse também, mas o final me surpreendeu de uma forma que até esqueci da confusão e principalmente da lentidão.
      Muito obrigada por comentar!
      Bjss

      Excluir
  10. Oi!
    Eu não fui muito com a cara do livro, mas acho que seria uma boa leitura. É uma pena que uma segunda leitura seria melhor, mas que bom que no final foi um bom livro e o final salvou haha

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anelise!
      Com certeza uma releitura seria melhor, mas vale ler para descobrir qual é o final.
      Bjss

      Excluir
  11. Olá Carol,
    Diferente de você, eu não gosto da capa, mas, como gosto dessas histórias que envolvem memórias e a perda delas, fiquei intrigada para compreender o que acontece nessa obra e qual a explicação da autora.
    Vou anotar a dica, mesmo com suas ressalvas, acho que posso curtir a leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna!
      Acho bem bonita, mas entendo que não é nenhuma obra de arte, rsrs. A explicação do autor para a falta de memória e a confusão da protagonista faz total sentido e achei brilhante. Espero que goste da história.
      Bjss

      Excluir
  12. Oi Carol,
    fico contente que no final das contas o desfecho tenha compensado as falhas encontradas durante a leitura. Eu não me interessei muito pela premissa e portanto, creio que não é uma leitura que eu faria. Quanto ao tempo, te entendo já passei por situações semelhantes e realmente fica difícil conciliar tudo.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Delmara!
      O tempo tá curto e isso já está começando a me irritar um pouco, mas faculdade é isso. Sorte que as férias já estão chegando.
      O final com certeza foi o que fez valer toda a leitura anterior.
      Bjss

      Excluir
  13. Olá,

    Queria agradecer imensamente à Carol pela resenha sincera. Realmente a publicação sem editora traz alguns percalços que vamos vencendo com o tempo. O livro está passando por uma revisão geral para a próxima edição que deve sair até o fim do ano.

    Quanto à capa, uns amam, outros não. Assim como a história, ou o ritmo, ou os personagens. Todo livro é assim, mesmo os mais recomendados.

    O que busco, como escritor, é criar uma obra que deixe satisfeitos aqueles que a leem, que dão uma chance ao texto e à proposta do autor.

    No mais, além de O Segredo de Carol, também sou autor de Trama Mortal (policial), A Porta Inquietante (Aventura), A Jornada pelo Caminho do Vento (Fantasia) e devo lançar meu primeiro romance (Castelo de Cartas), ma Bienal de São Paulo deste ano.

    Um grande abraço para a Carol e que continue fazendo sucesso com o blog!

    P.S. Já estou escrevendo a continuação de O Segredo de Carol e vai se chamar A Confissão de Carol.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada por comentar, Sérgio!
      Fico muito feliz de saber que terá uma continuação e já fico no aguardo, rsrs.
      Que dia você estará na Bienal e já sabe em que estande ou local? Se formos no mesmo dia, podemos passar lá!
      Novamente, muito obrigada por comentar.
      Abraços!

      Excluir