Menu

sábado, 23 de maio de 2015

Brilhante! - Presságio: O Assassinato da Freira Nua


"- Só é louco quem fala demais! Porque, se você não fala nada, as pessoas não adivinham o que está dentro da sua cabeça! Pode ser a pirada mais demente de todas! Mas se você não fala nada, você é normal."

Vocês não sabem o quanto estava querendo ler "Presságio - O Assassinato da Freira Nua", do Leonardo Barros, (Selo Novos Talentos/Editora Novo Século).
A sinopse, a lindíssima capa, o título, tudo me chamou a atenção. Além de ser MAIS um livro policial e nacional!
A história vai nos contar sobre um serial killer obcecado por freiras, que ao matá-las, a deixam nua. Ao mesmo tempo que os assassinatos estão acontecendo, conhecemos Alice, uma adolescente que diz ter visões (os presságios). Enquanto todos os psicólogos a consideram meio biruta, ela jura ter visto o assassinato da segunda freira, conseguindo ver até como o assassino estava vestido na hora.
Mas será que essas visões são reais? E se são, como irá fazer para acreditem nela? É em cima dessas questões que Alice vai sozinha procurar respostas, procurando o serial killer e confirmando seus presságios.
Para leitores que estão entrando agora neste mundo policial talvez ache o livro um pouco pesado... Mas quem gosta de ficar nervoso a cada nova surpresa, quem gosta de adivinhar o assassino, vai se deliciar com esta história. Você nunca consegue acompanhar o raciocínio do autor, ele sempre está um passo a sua frente. Quando você acha que finalmente descobriu as respostas de todas as perguntas, aparece algo que muda todos os seus pensamentos!
E mais uma vez um livro policial/suspense me pega desprevenida e eu não consigo adivinhar a tal pessoa ou seus motivos. Até agora fico com esse sentimento de lerdeza. Fazer o que! Mas vamos à luta para vencer essa batalha, rsrs.
Enfim, gostei bastante do livro! Me surpreendeu mais do que esperava e isso é muito bom, pois mostra a força que os autores nacionais estão ganhando. E apoio muito isso. São eles que temos que procurar neste mundo cada vez mais igual!
Recomendadíssimo!

Até a próxima e boa leitura!
Carol.

sábado, 16 de maio de 2015

Resenha - Príncipe da Noite


"Se eu fumasse, agora seria um bom momento para parar e fumar um cigarro. Fico parado num olhar contemplativo, tudo parece estar mais lento. Não entendo mais as palavras que estou escrevendo. Elas transcendem o simples gosto pelas mulheres e atingem um ato falho e trágico. Recordo-me da frase de Nietzsche: "E se a verdade fosse uma mulher?". Vejo que o que eu escrevo a partir de uma sensação de prazer diante das mulheres me leva para caminhos que precisam ser revelados por mim, como uma missão, não religiosa, mas uma missão de vida. Ou, como diria Nietzsche, a descoberta de uma verdade. Absorto, retorno ao papel e continuo a escrever."

Eita, Carol!!!
Foi exatamente isso que falei quado acabei de ler esse livro.
É um assunto delicado e eu, como psicanalista me vejo numa sinuca de bico.
O livro "Príncipe da Noite", de Germano Pereira, Selo Novas Páginas/Editora Novo Conceito, conta a história do psicanalista Gabriel, que desenvolve duas personalidades completamente diferentes.
De um lado, o psicanalista, que tem uma vida comum, com os problemas profissionais e amorosos do dia a dia. De outro lado, o Príncipe da Noite, um homem selvagem e livre, com uma vida que muitos sonham conquistar. Liberal, conquistador e egocêntrico, ele faz de tudo para levar a "próxima vítima" para a cama.
Mas o Príncipe da Noite não é somente um "homem do mundo" e o psicanalista Gabriel sabe muito bem disso... O comportamento obsessivo de colecionar os sapatos das mulheres com quem se relacionou e as manchas de sangue no quarto denunciam que a situação é muito mais complexa do que se poderia imaginar. Cabe a Gabriel, a mente lúcida entre os dois, cuidar para que uma imensa tragédia seja evitada.
A história como um todo, visto de um ponto de vista geral, é boa. Porém houve vários momentos que achei que o autor estava girando em torno do óbvio. Por diversas vezes o enredo ficou cansativo demais e previsível; arrastando a história. Nesses momentos precisei de uma pausa razoável para descanso. Com um assunto dessa dimensão nas mãos (dupla personalidade) dava para ser mais dinâmico e eficaz.
Do ponto de vista da leitora achei que a história foi boa, mas esperava mais, muito mais!!!Em vários momentos me arrastei para acabar o capítulo.
Do ponto de vista profissional, as coisa diferem um pouco. Não sou especialista em personalidades duplas, também conhecida como Transtorno Dissociativo de Personalidade ou Transtorno de Múltiplas Personalidades. O tema é bem interessante, mas muitos especialistas diferem quanto esse transtorno. Sei que existiram uns poucos casos (76 casos em 1944). A dissociação é reconhecida como uma reação sintomática em resposta a um trauma, estresse emocional extremo. Geralmente são considerados como uma sub-sintomatologia dinâmica, sendo mais frequente tidos como diagnóstico auxiliar, ao invés de primário.
Mas mesmo assim não deixa de ser um tema apaixonante para aqueles que amam assuntos que incorporam além do corpo, a mente. Acho só que faltou um pouco mais de dinamismo para que a história criasse vida própria.

Um abraço.
Cláudia Trigo

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Final Decepcionante - 72 Horas Para Morrer


"...A vingança é como aquela viagem que planejamos com muita antecedência, sabe? Aquela viagem dos sonhos para a qual nos preparamos com meses de antecedência, pouco a pouco, saboreando cada minuto que nos aproxima dela; buscando informações antecipadas sobre o lugar, o que fazer, onde comer, o que visitar. Até que chega a hora de irmos. Tudo é perfeito; entretanto, breve, efêmero. Então, damo-nos conta de que grande parte da graça foi exatamente aqueles momentos que antecederam a viagem em si."

E hoje trago para vocês mais um livro policial, mais um livro nacional. "72 Horas Para Morrer", de Ricardo Ragazzo, Editora Novo Século.
O livro conta a história de Júlio Fontana, um delegado da cidade de Novo Salto que descobre que sua namorada, Agatha, foi sequestrada. Junto com esse sequestro aparecem vários assassinatos horrendos e a vida de Júlio vai virar um inferno.
Júlio vai ter que correr contra o tempo para salvar a vida de sua filha, na qual ele suspeita que possa ser a próxima vitima. Ele tem somente 72 horas antes que aconteça outro assassinato.
Gostei do desenrolar de toda história - até chegar no final! Aquela justificativa foi totalmente sem graça e meio idiota. Estava esperando O FINAL! porque até aquele momento a história tava MUITO BOA! mas os dois/três últimos capítulos me decepcionaram muito.
Os personagens foram muito bem construídos - tanto o delegado como os policiais, a filha de Júlio, os possíveis assassinos. Todos, sem exceção de nenhum, tinham uma história muito boa e desculpas favoráveis para eles. Mas, os final meu amigo, destruiu toda essa construção durante o desenrolar do livro.
Mas nem isso tira a inteligência e a bela construção da história e a ousadia do autor.
O livro teve duas edições, essa capa é a segunda.
Até o final do livro não tinha entendido o porque da velhinha na capa. Mas sim, tem significado. E gosto mais dela do que a da primeira edição.
Recomendo para os fãs de policial, principalmente por ser nacional. Com isso vemos que o espaço do romance policial brasileiro está crescendo a cada ano. Mas não esperem "aquele" final. Vão com a mente aberta pois pode tanto surpreender os leitores, quanto decepcioná-los.

Até a próxima e boa leitura!
Carol!!!

domingo, 10 de maio de 2015

Crítica - Os Vingadores: A Era de Ultron

(PODE CONTER SPOILERS)
Para começar, foi um SACRIFÍCIO comprar os ingressos para o filme. Na sexta (01/05), chegamos no shopping e já estava totalmente lotado. Então o que vamos fazer? Vamos comprar para o dia seguinte (sábado)... Já tinha vendido metade dos ingressos pro dia seguinte!!! Mas conseguimos e agora vou contar um pouquinho o que achei.
Assisti "Os Vingadores 2: Era de Ultron" e posso disser que vale MUITO a pena. Do mesmo jeito que o primeiro foi muito bom, esse consegue ser tão bom quanto, até conseguindo superar.
O filme já começa nos surpreendendo com os Vingadores atacando a base da Hydra, com uma magnífica luta de cada super herói, com o objetivo de capturar o poderoso cetro de Loki.
Finalmente eles conseguem o cetro de volta, mas também encontram com os irmãos Maximoff, Mercúrio e Feiticeira Escarlate.
A partir daí tudo começa dar errado, no momento em que Tony Stark tenta criar um sistema de inteligência artificial para cuidar da paz mundial, é criado o Ultron e a ação começa de verdade.
Novamente todos os atores estão muito bem, mostrando realmente o lado herói de seus personagens e aquele lado mais sombrio, que mesmo os super heróis tem.
O que gostei bastante nesse filme, além do desenrolar da história, foi o diretor (Joss Whedon) ter focado mais no Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) e na Viúva Negra (Scarlett Johansson), mostrando até a "vida pessoal" deles, se é que podemos chamar aquilo de vida social.
Todos os pesadelos que são mostrados são um pouco confusos, principalmente do Thor (Chris Hemsworth), mas o que achei mais interessante e impressionante com certeza foi o da Viúva Negra. Muito tenso e ao mesmo tempo triste.
O que me surpreendeu mesmo foi a atuação da Elizabeth Olsen como Feiticeira Escarlate. Ela simplesmente arrebentou. Foi muito bem. Acho que não esperava tanto assim dela. Já não posso dizer o mesmo de Aaron Taylor-Johnson como Mercúrio. Sinceramente, preferia o Mercúrio (Evan Peters) do filme X-men - Dias de Um Futuro Esquecido.
Achei bem interessante também o filme mostrar a confusão na cabeça do Hulk (Mark Ruffalo). E aquela ligação dele com a Viúva Negra, que não existe nos quadrinhos, foi uma boa jogada.
Por fim, mas não menos importante, o "desentendimento" entre Homem de Ferro e Capitão América (Chris Evans), que é o ponto para o próximo filme do Capitão América - Guerra Civil.
Não poderia esquecer também da aparição do Visão (Paul Bettany), que é muito importante para o desenrolar do filme. Gostei bastante dele, e a atuação foi muito boa.
Agora é esperar os próximos Vingadores e filmes da Marvel. E com certeza já teremos os Novos Vingadores, já apresentado nesse filme.
É uma ótima dica para quem gosta do mundo dos quadrinhos e super heróis. Só não esqueçam que é uma dica de uma pessoa apaixonada por esse mundo, mas que infelizmente nunca leu os quadrinhos, então se tiver algum erro, me avisem nos comentário.
OBS.: NÃO ESQUEÇAM DE FICAR ATÉ O FINAL, POIS TEM CENAS APÓS OS CRÉDITOS!

Espero que tenham gostado e um bom filme.
Carol!

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Book Haul - Abril/2015


Esse mês a média já foi mais "sana".
Quatro desses foram presentes de Páscoa, dois de cada uma, e um foi ganho num sorteio e que já tem resenha aqui no blog. Mas explico melhor em cada um.
Vamos ao que interessa.


1. O Voo da Libélula - Michel Bussi - Editora Arqueiro
Presente de Páscoa. Sim, trocamos nossos ovos por livros!
Ganhei da Carol esse e parece ser muito bom.









2. Memórias de Um Vendedor de Mulheres - Giorgio Faletti - Intrínseca
Mais um que ganhei do "Coelhinho da Páscoa". E da Carol de novo! Já tinha lido Eu Mato do mesmo autor e adorei. Fazia já um tempo que estava querendo, mas não comprava pois era muito caro. E agora ganhei. Feliz, feliz!







3. Uma Loja em Paris - Màxim Huerta - Editora Essência
Esse nós tínhamos visto nos lançamentos e parecia MUITO bom. Além de ser mais um livro espanhol para nossa já GIGANTESCA lista de leitura.
Este é o nosso primeiro livro dessa editora. 








4. Restos Humanos - Elizabeth Haynes - Editora Intrínseca
Fazia já um tempinho que tinha visto e estava querendo. Já tinha ouvido muitas pessoas falarem bem do livro e da escrita, então quando compramos No Escuro, esse virou preferência na lista.







5. O Leitor de Almas - Paul Harper - Editora Cia das Letras
Comprado no mesmo lote dos dois anteriores. Um livro até então desconhecido. Não tenho muitas informações sobre, mas a sinopse parece ser bem interessante.
Se vocês já leram, diz ai nos comentários o que achou, ficaríamos felizes.







6. A Lista do Nunca - Koethi Zan - Editora Cia da Letras
Mais um que nunca tinha visto, nem ouvido ninguém falar. A sinopse com essa capa, é uma coisa espetacular.
Na capa, embaixo do título, tem uma lista gigantesca de coisas que nunca devemos fazer. E ela é muito boa, e se visto bem, elas estão corretas. Achei um máximo essa ideia. 





7. Estremecer - Peter Leonard - Editora Novo Século
Primeiro livro que a Carol ganhou. Esse tava na lista dela desde o Natal! E é mais um suspense/policial para a lista dela. Novidade, rsrs!









8. Sete Dias em River Falls - Alexis Aubenque - Editora Vertigo
Esse livro fazia muito tempo que estávamos de olho, mas essa coleção da Vertigo são um "pouco" caras. A edição é linda e as capas são maravilhosas.
Então, compramos! Fácil assim.







9. Asylum - Madeleine Roux - Editora V&R
O que dizer dele? Só que a Carol ganhou ele de presente. Capa linda, história que parece ser muito boa e edição maravilhosa. 









10. Salvem os Monstros - Fernando Paiva - Editora 7Letras
Finalmente o livro que ganhamos de um sorteio. Sinceramente não esperava muito. Mas ele me surpreendeu de certa maneira. E foi mais um livro nacional, que é o mais interessante. Já tem resenha dele aqui no blog.








Espero que tenham gostado e boa leitura.
Carol e Cláudia!

domingo, 3 de maio de 2015

Livros Parados na Estante

Sinuca de bico. Como pode nossos desejos serem tão momentâneos?
Todos esses livros estão na estante há muito, muito tempo. Alguns fazem anos, acredite se quiser!!! Então resolvemos fazer uma lista deles para ver se criamos vergonha na cara, isso mesmo, vergonha na cara!, e passamos eles na frente das outras dezenas que estão se espremendo na fila!!
Resolvemos dividi-los com vocês para ver se temos algum incentivo de fora e nos motivamos!!!
Vamos à eles...

Carol

Century - P. D. Baccalario
Faz uns quatro anos que comprei ele. Parecia super interessante, ai coloquei na estante e fui enrolando. Entrou outros na frente e hoje ele está parado lá e não sei ainda quando vou ler.









Brotherband - John Flanagan
Ganhei ele e os outros dois, e ainda nada. 
Li já toda a outra série do John, Rangers - Ordem dos Arqueiros e amo muito! Então ganhei essa e achei que ia me interessar como foi antes, mas ainda não tive aquela vontade de ler. Quem sabe ela apareça.







A Seleção - Kiera Cass
Outro que ganhei. Super famoso, super falado, mas sem vontade de ler neste momento. Talvez eu leia agora que vão fazer um filme.










A Espada na Pedra - T. H. White
Mais um que ganhei e nada. Gostei muito de histórias antigas, do Rei Arthur. Mas ainda não tive vontade de ler.









O Cavaleiro Fantasma - Cornelia Funke
Faz uns três anos que ganhei também, e de novo ainda não consegui ler. Sempre entra vários outros na frente e eu vou deixando ele para trás. Fazer o que!









Os Colegas de Anne Frank - Theo Coster
Adoro as histórias da época da Segunda Guerra Mundial, sejam reais ou fictícias. Mas estava numa época que vinha só lendo narrativas da vida de Anne Frank que quando ganhei esse, já estava um pouco cansada.








A História de Eva - Eva Schloss
Mais um dessa mesma época. Parece ser muito interessante, mas quando ganhei estava um pouco cansada de ler história sobre a 2ª GM, então fui adiando e hoje ainda não li.